TV União Rádio União Impressas - PDF Interativo

Cultura • 14 de julho de 2017 • 09h03

Servidor da CMTU faz lançamento de livros no Calçadão

Atuando na companhia há 20 anos, funcionário concilia as produções como poeta com as atividades de técnico administrativo

Neste sábado (15), a partir das 10h, o técnico administrativo da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU), José Carlos de Souza, faz o lançamento oficial dos livros “Poesia e o divã” e “Poeta só tem um amor”, de sua autoria. O evento vai ocorrer no Calçadão, na altura do número 337, e vai contar com a distribuição de materiais e exibição de vídeos relacionados às obras, além da venda dos exemplares.

Elaboradas em cerca de um ano cada uma, as publicações misturam ficção e elementos biográficos do autor. Uma narra a história de um menino que, mesmo nos bancos da escola, tinha dificuldades na alfabetização. Na obra, a assimilação da escrita e da leitura começa a fluir depois que, já por volta dos 13 anos, o protagonista descobre na poesia formas de dar vazão aos amores da adolescência. A outra acompanha a trajetória de uma mulher e homem, militantes das causas socioambientais, que se aproximam e acabam se apaixonando mediados pelo poder dos versos.

Criar personagens, ambientes e tramas foi a maneira encontrada por José Carlos para transformar em obra literária os poemas produzidos por ele desde os 31 anos. Hoje com 52, ele conta que a ideia de produzir os livros nasceu por volta de 2013. “Eu tinha diversos manuscritos, coisas que eu produzia e guardava numa gaveta. Um dia achei que todos aqueles textos, escritos em diferentes momentos da minha vida, poderiam dialogar entre si e até formar um só trabalho. Então eu criei elementos onde eu pudesse inserir meus poemas.”

O autor conta não ter tido apoio de nenhuma editora na publicação dos livros. “Fiz tudo sozinho, mandei rodar 100 exemplares de cada um. Durante todas as etapas, contei com o suporte de amigos e familiares, mas é basicamente uma realização minha”. Autodidata, José Carlos concluiu o ensino médio somente na fase adulta. Nascido na roça, ele conta que jamais teve acesso a obras e autores famosos. “Enfrentei algumas dificuldades no processo de aprendizado e só comecei a me interessar pelos versos após os 30 anos. Não tenho escritores em quem me inspiro. Isso brotou em mim de forma espontânea”, conta.

Para divulgar seu projeto, ele mantém contas no Facebook e no Youtube, plataforma em que posta vídeos com declamações dos poemas que escreve.  Pelo nome “Poeta das Flores” – como se autointitula – o internauta pode procurar os conteúdos produzidos por José Carlos. Além das redes sociais, o poeta e técnico administrativo mantém também o site www.poetadasflores.com.br. Além de conhecer mais sobre ele, no endereço é possível adquirir livros e camisetas da iniciativa.

N.com



Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Faça seu comentário