TV União Rádio União Impressas - PDF Interativo

Geral • 14 de julho de 2017 • 09h03

Acesf instala poços de monitoramento de água nos cemitérios de Londrina

Foram instalados 10 poços tubulares em cinco cemitérios da área urbana; primeira análise sobre a qualidade da água será entregue na semana que vem

A Administração dos Cemitérios e Serviços Funerários de Londrina (Acesf) concluiu a instalação dos dez poços tubulares de monitoramento que foram adquiridos pelo órgão para fazer a medição da qualidade da água subterrânea nos cinco cemitérios urbanos municipais da cidade. Os equipamentos estão implantados nos cemitérios São Pedro e João XXIII (região central), Jardim da Saudade (região norte), São Paulo e Anchieta (região leste), sendo que cada um dos locais recebeu dois poços.

As obras começaram na semana passada e estão sendo concluídas pela empresa Água e Minério Sondagens de Solo Ltda, de Curitiba, contratada, via licitação, para a realização dos serviços. Para a aquisição dos poços de monitoramento e amostragem, a Acesf investiu o montante de aproximadamente R$ 70 mil, perfazendo valor médio de R$ 14 mil para cada cemitério municipal contemplado. Os recursos são provenientes da arrecadação da Taxa de Manutenção dos Cemitérios Municipais, que é cobrada anualmente dos concessionários.

Foram implantados poços tubulares com profundidade máxima de 25 metros, localizados nas áreas internas dos cemitérios, e afixados nas partes mais baixas dos terrenos. A empresa responsável pela instalação dos poços já realizou uma primeira análise para verificar a qualidade da água subterrânea nas áreas de influência dos cemitérios urbanos. O resultado do estudo será entregue na próxima terça-feira (18) à Acesf, quando será apontado se há ou não indícios de alterações nas condições higiênicas e sanitárias das águas nas tubulações. O relatório irá mostrar se existe contaminação nas águas pelo necrochorume que é produzido nos cemitérios.

Segundo o superintendente da Acesf, Douglas Pereira (Tio Douglas), a construção dos novos poços de monitoramento tem como foco principal a preocupação do Município com o meio ambiente, o que possibilitará um melhor controle da qualidade da água nos cemitérios. “A série de melhorias que a autarquia vem promovendo, em 2017, abarcando todos os cemitérios municipais e distritais, reforça o comprometimento da Acesf com a comunidade e mostra a importância da arrecadação da Taxa de Manutenção dos Cemitérios Municipais. É um recurso essencial que arrecadamos para fazer a manutenção e conservação dos cemitérios, revertendo-se em serviços de qualidade prestados ao cidadão”, destacou.

Tio Douglas informou que, em um segundo momento, a ideia é realizar investimentos para a construção dos poços também nos oito cemitérios dos distritos de Londrina. “No momento, esses espaços vem recebendo, aos poucos, outras melhorias como pavimentação e adequações estruturais”, contou.

A secretária municipal do Ambiente, Roberta Queiroz, frisou que o monitoramento, a partir das novas instalações feitas nos cemitérios urbanos, permitirá um controle mais efetivo da qualidade da água, sendo um importante instrumento de prevenção contra a contaminação dos cursos d’água urbanos, alguns deles utilizados como mananciais de abastecimento público. “Com o suporte dos poços de monitoramento, será possível acompanhar melhor a qualidade da água subterrânea e agir antecipadamente, em casos de contaminação, evitando o surgimento de danos ambientais mais graves”, comentou.

A Secretaria Municipal de Obras e Pavimentação (SMOP) fez o acompanhamento dos trabalhos de instalação dos equipamentos, fiscalizando os poços de monitoramento, e recebeu nesta quinta-feira (13) o laudo de conclusão pela empresa contratada.

N.com



Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Faça seu comentário