TV União Rádio União Impressas - PDF Interativo

Agronegócio • 10 de outubro de 2017 • 09h22

Há 10 anos, Ficafé movimenta mercado de cafés especiais no Norte Pioneiro

Edição histórica da feira, realizada em Jacarezinho, consolidou o evento como referência para produtores e compradores de cafés de qualidade

 

Cerca de 3 mil pessoas participaram da Feira de Cafés Especiais do Norte Pioneiro do Paraná (Ficafé 2017) de 4 a 6 de outubro. O evento, com tema “Ficafé 10 anos”, reuniu, no Centro de Eventos de Jacarezinho, mais de 60 expositores da cadeia produtiva do grão e bebida. Durante a feira foram realizadas palestras, oficinas, degustações, curso de torra, além de uma rodada de negócios e leilão de 17 lotes de cafés especiais finalistas do 5º Concurso de Qualidades de Cafés “Sabores do Norte Pioneiro do Paraná”.

 

Na avaliação do consultor e gestor do Projeto Cafés Especiais do Sebrae/PR, Odemir Capello, a Ficafé consolidou sua referência para os produtores, não apenas de café, mas do setor produtivo do Norte Pioneiro. “A feira materializa todo um trabalho feito ao longo do ano, gera relacionamentos e conexões, promove conhecimento e movimenta o mercado”, argumentou. Segundo ele, cada vez mais compradores têm buscado os cafés produzidos na região. Isso é resultado da consistência dos projetos conduzidos pelo Sebrae/PR e parceiros, como o 100% Qualidade, por exemplo.

 

Na 10ª edição, a Ficafé recebeu a etapa final do 15º Concurso Café Qualidade Paraná, promovido pelo governo do Estado. Na categoria cereja descascado, 100% dos produtores premiados são do Norte Pioneiro. Para Capello, isso só comprovou os benefícios do trabalho que vem sendo feito com os cafeicultores na implantação de tecnologias, melhoria dos processos de gestão e investimento na produção de cafés de qualidade.

 

O presidente da Cooperativa dos Produtores dos Cafés Especiais do Norte Pioneiro do Paraná (Cocenpp), Ricardo Santos, destacou o aumento do número do público visitante na edição de 2017 e lembrou que o objetivo dos parceiros que organizam a feira é um só: “desenvolver o Norte Pioneiro a partir da produção de cafés de qualidade”. “A feira é uma vitrine tanto para os expositores como para os produtores rurais. Nosso café tem sido reconhecido nacionalmente e internacionalmente e nossos parceiros, os cafeicultores, estão bastante satisfeitos com a valorização dos seus produtos”, afirmou.

 

Para o presidente da Associação de Cafés Especiais do Norte Pioneiro do Paraná (Acenpp), Paulo Frasquetti, a 10ª edição da Ficafé foi um sucesso. “Tivemos público, excelentes lotes no concurso e muitos compradores de café”, citou. Segundo ele, os expositores comemoraram a realização de negócios. “No ano passado, por causa da crise, tivemos um público menor”, justificou. Para o evento de 2018, Frasquetti adiantou que a intenção é trabalhar a diversificação da produção para levar outras culturas para o campo.

 

O cafeicultor Edson Messias de Carvalho, premiado em ambos os concursos realizados durante a Ficafé 2017, atribuiu os reconhecimentos à sua participação nos projetos 100% Qualidade e Produção Mais Limpa, do Sebrae/PR e parceiros. “Os projetos mudaram a minha vida, comecei a produzir e vender cafés melhores”, contou. Para ele, a feira é uma oportunidade de buscar conhecimento para aplicar na propriedade rural. “Participei de praticamente todas as palestras, dei uma olhada no maquinário e estou negociando a compra de um secador”, completou.

 

Um dos palestrantes e maiores especialistas em café do Brasil, o engenheiro agrônomo José Bras Matiello, trouxe aos participantes da feira informações sobre a implantação de novas lavouras de café e novas variedades com o objetivo de aumentar a produtividade no campo. “A renovação é uma necessidade, é preciso ter uma parcela de lavoura nova para substituir as antigas e mostramos aqui no evento como fazer isso”, contou. Para ele, a cafeicultura brasileira vive um momento de expansão. “Nos últimos anos, ganhamos novas áreas e tivemos melhorias nas lavouras. O preço deve se manter estável”, avaliou.

 

Realização

 

A Ficafé 2017 foi realizada pelo Sebrae/PR, Acenpp, Cocenpp, entre os dias 4 e 6 de outubro, no Centro de Eventos de Jacarezinho, com apoio da Prefeitura Municipal de Jacarezinho, Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar), Governo do Paraná, Secretaria de Estado de Agricultura e Abastecimento (Seab), Instituto Ambiental do Paraná (IAP), Associação dos Municípios Norte Pioneiro (Amunorpi), UTZ Certified, Instituto Federal do Paraná (IFPR) campus Jacarezinho, nucoffee, Associação dos Engenheiros e Agrônomos do Norte Pioneiro (AEANP), Federação da Agricultura do Estado do Paraná (Faep), Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Sindicato Rural, BUNN, Instituto Agronômico do Paraná (Iapar),  Universidade Estadual do Norte do Paraná (Uenp), Vonder, Syngenta, Emater, Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Paraná (CREA-PR), Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar), Cocamar.

Asimp/Sebrae/Pr

Clique nas fotos para ampliar

A degustação de cafés especiais por especialistas foi um dos destaques da feira. Crédito: Divulgação.
Visitantes também degustaram cafés fresquinhos durante a feira. Crédito: Divulgação.


Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Faça seu comentário