TV União Rádio União Impressas - PDF Interativo

Social • 06 de dezembro de 2017 • 09h02

Atriz e bailarina Dani de Lova visita Irlanda do Norte e fica impressionada com muro que divide católicos e protestantes

Dani de Lova, que já foi bailarina no programa Domingão do Faustão e atualmente é professora de dança no reality show "Dancing Brasil", da TV Record, ficou impressionada e até com medo do muro que divide católicos e protestantes em Belfast, capital da Irlanda do Norte.

 

"Tive a oportunidade de fazer uma viagem à trabalho e aproveitei para antecipar as férias de final de ano. Viajar sempre é incrível, descobrir novas culturas, sabores e convivências. Uma das paradas dessa viagem pela Europa foi em Dublin, na Irlanda. É uma cidade encantadora, o frio é facilmente esquecido pelo povo caloroso que adora uma boa cerveja. Existem muitos pubs pela cidade, que está repleta de brasileiros à passeio ou em busca de oportunidades profissionais e de estudo. A Irlanda é um país de paisagens lindas, mas com uma história de muita discórdia entre a própria população devido à política e religião.

 

Notei muito isso quando fui até Belfast, na Irlanda do Norte. A cidade tem um centro lindo com um museu sobre o Titanic, que foi construído lá, mas quando você começa se afastar, vê que têm um muro de quilômetros e que é muito alto, dividindo a cidade, um lado católico e outro protestante. Confesso que fiquei com medo quando estive lá, estava próxima do horário de fecharem os portões, às 18h e você não pode mais mudar de lado, ouvimos o sinal e saímos rapidinho", conta a atriz participou da peça "Tróiolo e Créssida", dirigida por Jô Soares.

 

"É um país um pouco mais caro que em Portugal, mas menos que a França. Quem não quiser gastar vale fazer compras em mercado para cozinhar onde estiver hospedado. O mercado é sempre mais barato que comer na rua. Tem alguns fast-foods que são baratos e têm opções para quem quer comida saudável também. É muito típico comer pão e pizza de alho, e é uma delícia. Usar o ônibus público é muito melhor que aqueles ônibus de turistas e muito mais barato. Você chega no aeroporto e já pode comprar o Leap Card, e pode recarregar em qualquer estação de ônibus ou Luas, que é um tipo de bonde elétrico. Existem muitos museus super interessantes que contam a história toda da Irlanda, como a prisão Kilmainham Gaol, uma das maiores prisões da Europa e não ocupada, um ambiente sombrio e que revela varias histórias da Irlanda. É legal comprar o ticket antes pelo site porque no local nem sempre tem, é muito disputado", completa a morena de 32 anos. 

Foto: Tchuba / MF Press Global



Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Faça seu comentário