TV União Rádio União Impressas - PDF Interativo

Política • 19 de abril de 2018 • 11h49

Paraná quer estreitar relações internacionais, diz governadora

A governadora Cida Borghetti afirmou que o Paraná atua para estreitar as relações internacionais e ampliar os acordos de cooperação com outros países. Ela se reuniu nesta terça-feira (17), no Palácio Iguaçu, com membros do Corpo Consular do Paraná. “Estamos à disposição do Corpo Consular para ampliar a participação do Paraná no Exterior e as parcerias internacionais do Estado”, salientou.

Cida citou a ampliação do relacionamento do Governo do Estado com as embaixadas internacionais em Brasília e o trabalho da Paraná Desenvolvimento na busca de investimentos estrangeiros no Estado. “É importante estreitar os laços culturais e educacionais, buscar parcerias de alta tecnologia e organizar acordos de cooperação técnica com outros países, visando a uma modernidade maior no Estado do Paraná”, afirmou a governadora.

Participaram da reunião o chefe do Escritório de Representação do Itamaraty em Curitiba, Paulo Roberto Palm; o presidente do Corpo Consular e cônsul da Albânia e da República Dominicana, Thomas Neves; e os cônsules do Uruguai, José Remedi; do Paraguai, Salvador Menden Palaez; da Argentina, Pedro Marotta; da Costa Rica, Sérgio Levy; do Peru, Luiz Henrique Sossela de Lima; do Japão, Hajime Kimura; da Polônia, Marek Makowski; da Bélgica, João Casillo; de Bangladesh, Marcelo Guimarães; e da Espanha, Blanca Mernando Barco. O secretário de Estado do Cerimonial e Relações Internacionais, Ezequias Moreira, também participou do encontro. 

O presidente do Corpo Consular afirmou que a entidade trabalha para ampliar o número de consulados e câmaras de comércio bilaterais no Paraná. Segundo ele, enquanto em Brasília existem 193 embaixadas, o Estado conta com 45 consulados. “Ainda há cerca de 150 países que não têm representação no Paraná. É importante trazer esta representação para cá e abrir as câmaras do comércio para incrementar ainda mais o comércio do Paraná com todos esses países”, disse Neves.

Para eles, estreitar as relações internacionais do Paraná é importante não apenas na questão comercial como também para ampliar o intercâmbio cultural e tecnológico. “O Paraná é um estado reconhecido lá fora e um grande exportador de commodities, com uma tradição enorme nesta área. Temos um trabalho bom para fazer entre o Corpo Consular do Paraná e o Governo do Estado”, ressaltou.

JAPÃO – Ainda nesta quinta-feira, Cida Borghetti se reuniu com o cônsul-geral do Japão em Curitiba, Hajime Kimura. No encontro, foram discutidas as parcerias em andamento entre o Paraná e o país asiático e as comemorações pelos 110 anos da imigração japonesa no Brasil, que acontecem em julho.

Cida falou sobre a presença da comunidade japonesa no Estado e os esforços conjuntos para celebrar a imigração. “A comunidade nipo-brasileira que vive no Paraná pode contar sempre com o apoio do Governo do Estado. Celebramos juntos esses 110 anos da imigração japonesa, que tanto contribuiu para a construção do nosso Estado”, disse a governadora.

Entre as cooperações, se destaca o radar meteorológico instalado no Estado em parceria com a Agência de Cooperação Internacional do Japão (Jica). O cônsul também destacou que o Brasil conta com a maior comunidade japonesa na América Latina e que, no Paraná, a comunidade é bastante ativa. “Nas regiões Norte e Noroeste do Estado há uma grande concentração da comunidade japonesa. Por isso estamos planejando fazer a comemoração dos 110 anos da imigração em Maringá, para celebrar com toda aquela população”, disse Kimura.

AEN



Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Faça seu comentário