TV União Rádio União Impressas - PDF Interativo

Cultura • 13 de junho de 2018 • 08h30

Londrinense Marco Aurélio Silva lança EP com pegada folk rock

Já conhecido no meio artístico de Londrina pela qualidade do trabalho como produtor musical, o guitarrista Marco Aurélio Silva agora faz sua estreia como compositor. Ele acaba de lançar o EP Horizonte, que está disponível, gratuitamente, nas seguintes redes de streaming: spotfy, deezer, google play, itunes e youtube.

“Horizonte”, “Basta se entregar” e “À gratidão” são as três faixas do EP, todas compostas por Marco Aurélio. As letras são inspiradas em experiências de vida do próprio artista. Já a sonoridade pode ser classificada como folk rock e reflete um pouco das influências musicais mais recentes dele, como Ryan Adams, Doyle Bramhall II e Gary Clark Jr.

Além dos vocais ele gravou os instrumentos de corda (violão, baixo e guitarra) e contou com a participação de Calebe Leal na bateria e no teclado. A produção do disco é do próprio Marco Aurélio Silva e contou com apoio técnico de Luciano Galbiati durante as gravações. Já a arte visual é de Christian Franco.

Ao mesmo tempo em que o EP Horizonte foi gravado em áudio, o processo foi sendo registrado em vídeo, o que resultou em um material completo que acompanha esse lançamento. Cada música já tem o seu vídeo clipe e tudo pode ser conferido no canal do músico no youtube. A direção e produção de vídeo é de João Gonçalves.

E logo o público poderá também ter acesso ao disco na forma física. Horizonte será lançado em CD no mês que vem. Para isso Marco Aurélio prepara dois shows especiais de lançamento. O primeiro será no dia 12 de julho, no bar Valentino, e o segundo no Menina Bar, no dia 20 de julho.

A banda que acompanha Silva já está ensaiando com ele no estúdio e é formada por Rapha Santos no baixo, Denis Menezes no teclado e Calebe Leal na bateria.

Sobre o músico

Aos 34 anos de idade, Marco Aurélio Silva se dedica à música desde os 15. Acabou se formando em Farmácia Bioquímica, com mestrado em Patologia Experimental e chegou a atuar como bioquímico. Mas o lado músico sempre falou mais alto.

Durante 10 anos ele fez parte da banda “Beatles for Sale”, que faz tributo ao lendário grupo britânico. Também participou de outros projetos musicais como a banda autoral Monkberry e uma banda cover do grupo americano Foo Fighters.

Há 5 anos montou o estúdio Toque Grave e passou a atuar com gravação e produção musical. Entre os trabalhos realizados destacam-se os álbuns de artistas como Luke de Held, Senhor Bonifácio, Busker Denin, Elo Vital e Vitor Conor.

A dedicação ao estúdio acabou afastando Marco Aurélio dos seus projetos musicais próprios. Por isso, nesse aspecto, o EP Horizonte representa uma retomada para o artista londrinense. “Eu sentia essa necessidade de retomar o trabalho como músico. Acabei retornando com minhas próprias músicas e agora a cabeça está cheia de ideias para escrever coisas novas”, destaca Silva.

João Fortes/Asimp



Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Faça seu comentário