TV União Rádio União Impressas - PDF Interativo

Londrina • 05 de dezembro de 2018 • 11h01

“Encontros do Comércio” reúne empresários do varejo do norte do Paraná, em Londrina

Evento celebrou os resultados obtidos pelas empresas que participaram dos programas desenvolvidos pelo Sebrae/PR e Fecomércio PR na região

 

Na segunda-feira (3), o Sebrae/PR e a Fecomércio PR reuniram empresários do varejo do norte do Paraná para o “Encontros do Comércio”. O objetivo foi celebrar as conquistas alcançadas pelas empresas que participaram dos programas oferecidos em parceria pelas entidades nos últimos dois anos, como o Varejo Mais, Varejo Mais em Ação, Top Loja Confecção e Acessórios, bem como Revitalização de Espaços Comerciais. O encontro foi realizado no Buffet Planalto, em Londrina.

 

Ao todo, 195 empresas da região foram atendidas pelo Sebrae/PR e Fecomércio PR, sendo 75 de Londrina, nos programas Varejo Mais, Top Loja Confecções e Acessórios e Revitalização de Espaços Comerciais, por meio do projeto Nova Sergipe; e 120 pelo Varejo Mais em Ação, que contemplou negócios de Jandaia do Sul, Porecatu, Arapongas, Lunardelli, Cornélio Procópio e Sertanópolis. Foram mais de 4,8 mil horas de serviços entregues apenas no Varejo Mais em Ação, além de 6.480 horas entre capacitações e consultorias nos outros três programas.

 

O diretor-superintendente do Sebrae/PR, Vitor Roberto Tioqueta, lembra que, no Paraná todo, 1.240 empresas do varejo foram atendidas nos diversos programas oferecidos em parceria com a Fecomércio PR, em 2018. Para ele, o ano foi importante para preparar os micro e pequenos negócios com foco na recuperação do cenário econômico. “Eles se envolveram, entenderam a importância de participar e se preparam para enfrentar os desafios do mercado, a concorrência, melhorar as lojas, o atendimento e os produtos”, afirmou.

 

Segundo Tioqueta, o objetivo dos Encontros do Comércio é comemorar os resultados e mostrar o que as entidades preparam para 2019. “Vamos sair de 8 para 12 programas no ano e passar de 1.240 para 2,6 mil empresas atendidas”, adiantou.

 

O presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Londrina e Região (Sincoval), Ovhanes Gava, lembrou que, nos últimos 13 anos, 63 mil empresários já participaram de programas ligados ao varejo em todo o Paraná. “Este ano, o Varejo Mais em Ação chegou a cidades de menor porte e ofertou a oportunidade de reavaliar o atendimento, visual de loja, preços e qualidade dos produtos”, contou. Na opinião dele, as empresas que participaram dos programas, que ofereceram capacitação profissional em um curto espaço de tempo, se destacam no mercado.

 

Os empresários Iracelis M.V. Gonçalves e Rogério S. Gonçalves, donos de uma academia de natação há 15 anos em Londrina, participaram do programa Varejo Mais, de dois anos de duração. Para Iracelis, as consultorias ajudaram a desenvolver boas práticas de gestão e melhorar processos em todas as áreas da empresa. “Os treinamentos são pertinentes, trazem inovação e fazem com que a gente não fique parado no tempo”, contou. Esta foi a terceira vez que os empresários participaram do Varejo Mais. “A gente gosta do programa porque faz com que a empresa cresça. Sempre estamos reavaliando nossos processos e planejamento. Além disso, abre novas oportunidades”, avaliou.

 

Os empreendedores de uma loja de confecções infantil de Londrina, Talita Martins dos Santos Oliveira e Sylvio Neto, participaram do programa Top Loja Confecções e Acessórios. Além de levar inovação para a empresa, que está no mercado há três anos, eles afirmaram que os treinamentos e consultorias ajudaram a atualizar os conhecimentos dos gestores da loja. Outro ponto alto, para Neto, foi a possibilidade de networking com empresários que também atuam no varejo. “As ideias compartilhadas são boas para o crescimento da empresa”, apontou. Talita destacou ainda que, entre as ações implantadas, estão o desenvolvimento de campanhas para motivar a equipe, acompanhamento do estoque e melhorias dos processos internos.

 

O empresário, dono de uma oficina de ferramentas elétricas há 17 anos na rua Sergipe, que participa do programa de Revitalização de Espaços Comerciais há quatro anos, Washington Dutra Lopes, disse que as melhorias até então feitas na principal rua de comércio do centro de Londrina beneficiaram o negócio, apesar do que ainda precisar ser feito no local. “As instituições nos preparam, qualificam e nos ajudam a enfrentar as adversidades. Estamos com esperança de que no ano que vem a economia vai reagir e as coisas vão melhorar”, contou. Lopes destacou como mudanças no negócio melhorias na fachada da loja, luminosidade, layout, atendimento. “Já fiz várias mudanças e ainda preciso fazer mais”, confessou.

O evento “Encontros do Comércio”, em Londrina, foi aberto com uma palestra sobre Transformação Digital, ministrada pelo empresário Jorge Biff Netto, e contou com a participação do poeta e empreendedor Nuno Arcanjo. Houve, ainda, a entrega de homenagens aos empreendedores vencedores dos Selos de Referência no Comércio, nas categorias Ouro, Prata e Bronze. Cinquenta e oito empresas foram reconhecidas.

Adriano Oltramari/Asimp

 

Em 2019, Sebrae/PR e Fecomércio PR vão oferecer 12 programas voltados ao varejo e atender 2,6 mil empresários em todo o Paraná - Foto: Aron Mello



Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Faça seu comentário