Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.
Assembleia Legislativa do Estado do Paraná

A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) comemorou a retirada total do embargo imposto pelas autoridades sanitárias das Filipinas à carne de frango do Brasil, conforme memorando emitido esta semana pelo Departamento de Agricultura do país asiático.

Com a retirada total das restrições, a ABPA espera que o nível das vendas para o mercado filipino retome patamares equivalentes ao registrado antes da suspensão.

O mercado filipino era um dos principais destinos do produto brasileiro na Ásia.  No ranking geral, estava entre os 12 principais importadores, para onde foram enviados cerca de 2% do total exportado pelo Brasil no primeiro semestre deste ano (43,8 mil toneladas).

“O Brasil prestou todos os esclarecimentos e demonstramos a confiabilidade do produto brasileiro, e que barreiras sem fundamento técnico científico, sem qualquer esclarecimento e demonstrações não são bases para um embargo.  A reabertura demonstra a confiança do mercado filipino na qualidade e no status sanitário na avicultura do Brasil”, avalia Ricardo Santin, presidente da ABPA, exaltando a ação liderada pela Ministra da Agricultura, Tereza Cristina, pela Embaixada Brasileira em Manila e pelo Departamento de Promoção do Agronegócio do Ministério das Relações Exteriores.

A suspensão das vendas ocorreu na segunda quinzena de agosto, após a suposta detecção de traços de Covid-19 na embalagem de um produto, em um município chinês. À época, a Organização Mundial da Saúde (OMS) reforçou que não há qualquer evidência científica de que produtos sejam transmissores do vírus.

Paulo Cezar Abrahão Prates/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios