Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Agricultores familiares que cultivam babaçu, borracha natural, cacau, cana-de-açúcar, feijão caupi e triticale contam com bônus do Programa de Garantia de Preços para a Agricultura Familiar (PGPAF) para os financiamentos destas culturas no mês de junho.

O percentual do desconto é calculado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) para os produtos que, no mês anterior, tiveram preço de marcado inferior ao preço mínimo estabelecido pelo governo federal. A lista foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) de ontem (7). 

O bônus é concedido aos agricultores familiares em forma de desconto nas operações e parcelas de crédito rural que serão pagas ou amortizadas no período de 10 de junho a 9 de julho de 2016. A operação deve ser feita por meio de agentes financeiros e operadores do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf).

Os produtores de babaçu terão o bônus em cinco estados: Pará, Tocantins, Ceará, Maranhão e Piauí. Terão direito ao desconto os produtores de borracha da Bahia, Goiás e Mato Grosso. No Amazonas o bônus será concedido para os agricultores familiares de cacau e de feijão caupi. As culturas de triticale em Santa Catarina e de cana-de-açúcar no Ceará também registraram valores de comercialização inferiores ao preço mínimo e também contarão com o benefício.

A Conab faz mensalmente o levantamento de preços praticados nas principais praças de comercialização dos produtos da agricultura familiar contemplados pela PGPAF.

Confira aqui os valores de cada produto.

Asimp/Conab

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios