Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O secretário de Estado da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara, garantiu o apoio do Governo do Paraná para pequenos produtores, durante dois eventos na quarta-feira (13). Em Bituruna, ele esteve do Mate Talks, que debateu políticas públicas e novidades para o mercado da erva-mate. Fortalecimento da assistência técnica, divulgação para o incentivo ao consumo do mate, revisão de questões tributárias, criação de produtos diferenciados e organização de um comitê gestor da erva-mate foram algumas metas discutidas.

Ortigara destacou que os pequenos produtores serão apoiados com a atuação de profissionais da Emater e do Instituto Agronômico do Paraná (Iapar), que ajudam a fortalecer os elos da cadeia. Ele acrescentou que também deve haver avanços com novas iniciativas, somadas à lei Nº 19636, que institui a Política Estadual de Incentivo à Erva-Mate.

“O Estado está presente com seus pesquisadores e técnicos somando forças. Vamos atrás de crédito, de fomento à iniciativas locais, de organizações, associações e cooperativas para ouvir suas necessidades, particularmente com agricultores familiares, que têm mais carências e são prioridade nas ações do poder público”, disse o secretário. Ortigara também informou que nos próximos dias devem ser lançados editais para habilitar pequenas cooperativas para ter acesso a recursos públicos.

Panorama

O Paraná é o maior produtor de erva-mate do Brasil. Dos 14 mil agricultores da região Centro-Sul, 10 mil têm erva-mate em suas propriedades. Em todo o Estado, 37 mil agricultores têm a erva-mate na composição da renda.

Para o gerente regional da Emater em União da Vitória, Cleacir Junior Dall Agnol, 2019 será o ano da erva-mate. “A Secretaria a Agricultura está disposta a ajudar a região do Centro-Sul a promover o desenvolvimento e agregação de valor à produção de erva-mate. E a Emater tem o compromisso de melhorar a renda do produtor rural e promover o desenvolvimento regional” salientou.

De acordo com ele, a principal meta é garantir a entrega de uma matéria-prima de qualidade para a indústria. “Percebemos a importância da erva-mate como um produto sustentável para a região”, disse. O instituto lançou um manual de boas práticas agrícolas, que estimula a valorização das questões sociais e ambientais com bom ganho econômico.

Metas

“Tenho certeza de que vamos conseguir avançar muito na cadeia produtiva da erva-mate com o apoio do Governo do Estado, principalmente na discussão de políticas públicas”, disse o prefeito de Bituruna Claudinei, de Paula Castilho. O evento foi organizado pela Associação Biturunense da erva-mate (Abem), Prefeitura do município, Sítio Três Meninas, Meta Mate e Matte n’Roll.

O deputado estadual Hussein Bakri, que também participou do evento, lembrou seu projeto de lei que institui o dia 2 de fevereiro no calendário oficial de eventos no Estado como Dia do Produtor da Erva-Mate, uma homenagem aos produtores rurais da Região Sul do Paraná.

Dia De Campo na Lapa

Na Lapa, Ortigara participou da abertura do Dia de Campo da Cooperativa Agroindustrial Bom Jesus, evento destinado à troca de experiências e transferência de tecnologia. O secretário falou sobre o esforço do Governo do Estado em dar oportunidades aos produtores para garantir acesso ao conhecimento. “A inovação nos leva a resultados melhores, reduz nossos custos. A gente se coloca à disposição das cooperativas”.

A cooperativa cresceu 21% em relação ao ano passado. “Esse empenho em tecnologia é o que sustenta a agricultura nacional e o desenvolvimento da cooperativa. Vemos o Estado como um forte aliado para evoluir na questão de seguro agrícola, política agrícola e outras frentes”, disse o diretor-presidente da Bom Jesus, Luiz Roberto Baggio.

AEN

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios