Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Os embarques brasileiros de ovos (considerando todos os produtos, entre in natura e processados) alcançaram 821 toneladas em janeiro, volume 48% inferior às 1.579 toneladas embarcadas no mesmo período do ano passado, informa a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA).

Em receita, o saldo das exportações totalizou US$ 863 mil, número 48% menor que o obtido no primeiro mês do ano passado, com US$ 1.659 mil.

Segundo o diretor-executivo da ABPA, Ricardo Santin, esse movimento de queda nas exportações de ovos é decorrente da alta na demanda interna, além das sazonalidades do mercado internacional.

“O mercado interno tem absorvido praticamente toda a produção. É um fato histórico para o país, pois o Brasil alcançou a média mundial de 230 unidades consumidas por pessoa em 2019, demonstrando confiar na proteína do ovo, uma alternativa saudável para a boa alimentação”, analisa o diretor.

Dentre os principais destinos, o bloco dos Emirados Árabes se destacou com a compra de 602 toneladas em janeiro e um saldo de US$ 621 mil. Outros destinos da Ásia, como Barein e Arábia Saudita, também contribuíram para as vendas no período.

Paulo Cezar Abrahão Prates/Asimp/ABPA.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.