Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Os embarques brasileiros de ovos (considerando todos os produtos, entre in natura e processados) alcançaram 821 toneladas em janeiro, volume 48% inferior às 1.579 toneladas embarcadas no mesmo período do ano passado, informa a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA).

Em receita, o saldo das exportações totalizou US$ 863 mil, número 48% menor que o obtido no primeiro mês do ano passado, com US$ 1.659 mil.

Segundo o diretor-executivo da ABPA, Ricardo Santin, esse movimento de queda nas exportações de ovos é decorrente da alta na demanda interna, além das sazonalidades do mercado internacional.

“O mercado interno tem absorvido praticamente toda a produção. É um fato histórico para o país, pois o Brasil alcançou a média mundial de 230 unidades consumidas por pessoa em 2019, demonstrando confiar na proteína do ovo, uma alternativa saudável para a boa alimentação”, analisa o diretor.

Dentre os principais destinos, o bloco dos Emirados Árabes se destacou com a compra de 602 toneladas em janeiro e um saldo de US$ 621 mil. Outros destinos da Ásia, como Barein e Arábia Saudita, também contribuíram para as vendas no período.

Paulo Cezar Abrahão Prates/Asimp/ABPA.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios