Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Na tarde desta quarta-feira, 12, a secretária de Educação Elizabete Humai de Toledo, esteve visitando algumas Escolas Municipais, que estão recebendo os alunos remanejados das Escolas Municipais Rurais Rocha Pombo (Orle) e João XXIII.

A transferência destes alunos se deu por conta destas Escolas estarem com pouca demanda, chegando a ter salas de aulas com apenas dois alunos. “Por conta disso a Secretaria de Educação iniciou as discussões com o Conselho Municipal de Educação em outubro de 2013 e em novembro do mesmo ano iniciou  o planejamento, ofertando vagas em escolas rurais, no entanto alguns pais solicitaram que fosse verificado a possibilidade de virem para escolas urbanas, já que a partir do 6º anos todos os alunos terão que vir para a cidade.  Atendendo a solicitação disponibilizamos vagas em 7 escolas para que os pais pudessem escolher”, resumiu Elizabete.

Em relação às visitas, a secretária de Educação informou que o objetivo é acompanhar o processo de adaptação destes alunos, que segundo as diretoras e professoras que estão tendo a oportunidade de conviver com eles em sua rotina diária de aprendizado, vem sendo feita de forma tranquila e altamente benéfica, tanto do ponto de vista do aproveitamento escolar, como de convivência com seus novos colegas de sala.

“O que temos notado é uma acolhida e uma integração muito boa entre esses alunos, que estão se adaptando de forma harmônica com os novos coleguinhas e começando a se acostumar com os professores, que têm dado uma atenção especial neste início de atividades”, comentou Elizabete, durante visita na Escola Municipal Prof. Nereide de Souza Camargo.


A Secretaria de Educação acompanha adaptação de alunos na escola Nereide

A diretora do estabelecimento, Vislaine Tereza Rodrigues, acrescentou que oito alunos da zona rural foram transferidos para a Escola Nereide e a primeira impressão é que eles estão acompanhando muito bem as mudanças, participando ativamente das aulas e fazendo novas amizades.

A secretária de Educação acrescentou que outros alunos da zona rural transferidos para Escolas da cidade também estão se adaptando muito bem e a tendência é que futuramente toda a polêmica levantada em torno do caso seja superada, pois as mudanças levaram em consideração principalmente a questão pedagógica e educacional destes alunos. “O próprio tempo vai se incumbir de mostrar que as mudanças foram para melhor”, concluiu a secretária.

Além da Escola Nereide, várias outras Unidades da prefeitura receberam alunos remanejados de Escolas rurais, entre elas a Escola Municipal José Bernardes dos Santos, Clotário Portugal e José Monteiro, está última localizada na zona rural do município, conforme escolha dos próprios pais.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios