Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Em busca de maior precisão e transparência nas negociações com os produtores rurais, as cooperativas e demais empresas agrícolas de armazenagem de grãos estão substituindo os equipamentos de medição de umidade de grãos por aparelhos mais precisos e modernos, conforme determinação do Instituto de Metrologia (Inmetro).

A substituição dos aparelhos está determinada nas Portarias do Inmetro 402/2013 e 104/2019, que  estabelecem prazo para cada etapa do processo de troca. Os medidores deverão atender aos requisitos previstos nas portarias e serão submetidos à verificação periódica pelo Instituto de Peso e Medidas (IPEM), que já iniciou a fiscalização no Paraná, começando por Cascavel.

Cocamar

A Cocamar é uma das cooperativas que iniciou esta semana a substituição dos aparelhos. A cooperativa adquiriu 15 novos aparelhos Motomco da fabricante Loc Solution, com modelos aprovados e homologados pelo Ipem. Os equipamentos serão destinados às unidades recebedoras de grãos da cooperativa. 

Entrega técnica

A entrega técnica foi realizada pelo engenheiro agrônomo e agente de relacionamento da Motomco/Loc Solution, Roney José Smolareck, ao  gerente de operações da Cocamar, Deryk Ruzon. Após a entrega,  Roney fez um treinamento de utilização do aparelho para quatro técnicos da Cocamar, que vão  repassar as instruções aos colaboradores dos entrepostos da cooperativa.

De acordo com Deryk Ruzon, a Cocamar tem 86 aparelhos medidores de umidade de grãos e todos serão substituídos gradativamente pelo modelo novo. "Inicialmente estamos substituindo 15 aparelhos, os demais serão trocados conforme prazo especificado pela portaria do Inmetro", disse Ruzon.

O objetivo final, segundo o gerente, é levar transparência de todo o  processo de medição para o produtor. "Mostrar para  o produtor que a cooperativa é transparente e entende que a classificação tem que ser justa e correta. A portaria vem para regulamentar e acabar com as divergências que existiam antes", afirma Deryk Ruzon, acrescentando que o aparelho é essencial para a classificação de grãos.

Cooperativas

Os equipamentos entregues às cooperativas pela Motomco/Loc Solution seguem todas as normas do Inmetro.  A função dos aparelhos é determinar o percentual de água presente em grãos de culturas como soja, milho, trigo, feijão, entre outros.

 O engenheiro agrônomo Roney José Smolareck informa que a Motomco/Loc Solution tem parceria com várias cooperativas paranaenses, que estão aproveitando este momento para fazer a substituição dos equipamentos.

Além da Cocamar, são atendidas pela Motomco/Loc Solution as cooperativas agroindustriais Coamo, Lar, C.Vale e  Cooperativa Agrária, Castrolanda, Copagril e Coopagrícola. Todas utilizam equipamentos novos e homologados. Nos próximos dias, a empresa deverá anunciar a parceria com uma cooperativa do Norte do Estado.

"As cooperativas estão buscando adequar seu parque tecnológico às normas vigentes do Inmetro, o que é muito importante para  proteger as transações  e trazer maior confiabilidade nas operações de compra e venda de grãos", diz Roney. 

Produtora rural monitora toda safra com aparelho da Motomco

Depois que adquiriu um medidor de umidade de grãos da Motomco/Loc Solution, a  produtora rural Carla Rossato, com propriedades nas regiões de Sertanópolis, Sertaneja e Santa Mariana, no Norte do Paraná, não se imagina mais sem o aparelho durante a safra. "Acho uma ferramenta indispensável para o produtor", diz

Para ela é importante saber o ponto ideal da colheita, bem como acompanhar as classificações no momento da entrega do seu produto à cooperativa. Por isso, Carla diz que o aparelho é utilizado da fazenda até o momento da entrega do grão.

"Além de tirar várias amostras na propriedade, fazemos medições durante a viagem até chegar à  unidade recebedora de grãos. Vamos acompanhando e  conferindo a umidade do grão em nosso aparelho Motomco com os aparelhos das unidades onde entrego meu produto", explica Carla.

"Caso ocorra alguma diferença na classificação em relação a outras marcas de aparelho, como já ocorreu, entro em contato com a Motomco e eles me dão todo suporte, inclusive vindo à minha propriedade", conta a agricultora.

Carla acredita que a fiscalização do Instituto de Pesos e Medidas (Ipem) e os novos aparelhos no mercado vão trazer maior transparência nas negociações de compra e venda de grãos. "Esperamos que seja uma coisa certa e justa para todos já a partir da próxima safra", comenta.

(VBcomunicacão)

#JornalUnião

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.