Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.
Assembleia Legislativa do Estado do Paraná

Em busca de maior precisão e transparência nas negociações com os produtores rurais, as cooperativas e demais empresas agrícolas de armazenagem de grãos estão substituindo os equipamentos de medição de umidade de grãos por aparelhos mais precisos e modernos, conforme determinação do Instituto de Metrologia (Inmetro).

A substituição dos aparelhos está determinada nas Portarias do Inmetro 402/2013 e 104/2019, que  estabelecem prazo para cada etapa do processo de troca. Os medidores deverão atender aos requisitos previstos nas portarias e serão submetidos à verificação periódica pelo Instituto de Peso e Medidas (IPEM), que já iniciou a fiscalização no Paraná, começando por Cascavel.

Cocamar

A Cocamar é uma das cooperativas que iniciou esta semana a substituição dos aparelhos. A cooperativa adquiriu 15 novos aparelhos Motomco da fabricante Loc Solution, com modelos aprovados e homologados pelo Ipem. Os equipamentos serão destinados às unidades recebedoras de grãos da cooperativa. 

Entrega técnica

A entrega técnica foi realizada pelo engenheiro agrônomo e agente de relacionamento da Motomco/Loc Solution, Roney José Smolareck, ao  gerente de operações da Cocamar, Deryk Ruzon. Após a entrega,  Roney fez um treinamento de utilização do aparelho para quatro técnicos da Cocamar, que vão  repassar as instruções aos colaboradores dos entrepostos da cooperativa.

De acordo com Deryk Ruzon, a Cocamar tem 86 aparelhos medidores de umidade de grãos e todos serão substituídos gradativamente pelo modelo novo. "Inicialmente estamos substituindo 15 aparelhos, os demais serão trocados conforme prazo especificado pela portaria do Inmetro", disse Ruzon.

O objetivo final, segundo o gerente, é levar transparência de todo o  processo de medição para o produtor. "Mostrar para  o produtor que a cooperativa é transparente e entende que a classificação tem que ser justa e correta. A portaria vem para regulamentar e acabar com as divergências que existiam antes", afirma Deryk Ruzon, acrescentando que o aparelho é essencial para a classificação de grãos.

Cooperativas

Os equipamentos entregues às cooperativas pela Motomco/Loc Solution seguem todas as normas do Inmetro.  A função dos aparelhos é determinar o percentual de água presente em grãos de culturas como soja, milho, trigo, feijão, entre outros.

 O engenheiro agrônomo Roney José Smolareck informa que a Motomco/Loc Solution tem parceria com várias cooperativas paranaenses, que estão aproveitando este momento para fazer a substituição dos equipamentos.

Além da Cocamar, são atendidas pela Motomco/Loc Solution as cooperativas agroindustriais Coamo, Lar, C.Vale e  Cooperativa Agrária, Castrolanda, Copagril e Coopagrícola. Todas utilizam equipamentos novos e homologados. Nos próximos dias, a empresa deverá anunciar a parceria com uma cooperativa do Norte do Estado.

"As cooperativas estão buscando adequar seu parque tecnológico às normas vigentes do Inmetro, o que é muito importante para  proteger as transações  e trazer maior confiabilidade nas operações de compra e venda de grãos", diz Roney. 

Produtora rural monitora toda safra com aparelho da Motomco

Depois que adquiriu um medidor de umidade de grãos da Motomco/Loc Solution, a  produtora rural Carla Rossato, com propriedades nas regiões de Sertanópolis, Sertaneja e Santa Mariana, no Norte do Paraná, não se imagina mais sem o aparelho durante a safra. "Acho uma ferramenta indispensável para o produtor", diz

Para ela é importante saber o ponto ideal da colheita, bem como acompanhar as classificações no momento da entrega do seu produto à cooperativa. Por isso, Carla diz que o aparelho é utilizado da fazenda até o momento da entrega do grão.

"Além de tirar várias amostras na propriedade, fazemos medições durante a viagem até chegar à  unidade recebedora de grãos. Vamos acompanhando e  conferindo a umidade do grão em nosso aparelho Motomco com os aparelhos das unidades onde entrego meu produto", explica Carla.

"Caso ocorra alguma diferença na classificação em relação a outras marcas de aparelho, como já ocorreu, entro em contato com a Motomco e eles me dão todo suporte, inclusive vindo à minha propriedade", conta a agricultora.

Carla acredita que a fiscalização do Instituto de Pesos e Medidas (Ipem) e os novos aparelhos no mercado vão trazer maior transparência nas negociações de compra e venda de grãos. "Esperamos que seja uma coisa certa e justa para todos já a partir da próxima safra", comenta.

(VBcomunicacão)

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios