Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Manejo no tratamento de sementes segue normas rígidas de avaliação

Pelo sexto ano seguido, o tratamento de sementes da Bela Sementes, empresa do grupo Belagrícola, recebeu o certificado de excelência na atividade de tratamento de sementes industrial, da Syngenta. A certificação Seedcare considera questões como a qualidade fisiológica da semente destinada para o TSI (Tratamento Industrial de Sementes), assertividade da dose aplicada: 100% acerto das análises SLAK & HPLC; atendimento de exigências ambientais e trabalhistas; cuidados com a segurança dos trabalhadores e, entre outros itens, a manutenção correta dos equipamentos. A avaliação é feita pelo SeedcareInstitute da Syngenta, queconferea certificação aos parceiros que atenderam a todos os critérios de qualidade e segurança no tratamento de sementes.

Segundo Leandro Cesar Ribeiro, gerente executivo geral da Bela Sementes mais de 90 empresas sementeiras participaram, no país da certificação, sendo que destas 29 conquistaram o selo nesta safra. Somente quatro ganharam por seis vezes consecutivas, a Bela Sementes foi uma delas e a única no Paraná. Ele explica que o TSI da Bela Sementes segue rigorosamente todas as normas de qualidade para atender à demanda do produtor e é desenvolvido em sua própria unidade de beneficiamento de sementes, seguindo um padrão alto de qualidade em todo o processo, de forma automatizada.

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento exige das empresas que comercializam sementes, um índice de 80% de germinação. Segundo o gerente de operações da unidade, Oscar Fragatto, a Bela Sementes assegura uma qualidade mínima de 85% de germinação. No Mapa não há qualquer exigência quanto ao vigor das sementes, mas a empresa assegura aos seus clientes um mínimo de 75% de vigor.

Ele explica que a qualidade da semente é determinada por fatores como atributos genéticos, físicos, fisiológicos e sanitários. A Bela Sementes conta com uma equipe qualificada e com laboratório próprio credenciado no Mapa, equipado com modernos equipamentos, que garante a realização de testes com acuracidade. São de seis a oito testes, em que um valida o outro. O primeiro destes testes é o tetrazólio, seguido pelos testes de germinação prévia, vigor prévio, pureza da semente e verificação de outras cultivares. “Tudo isso garante a qualidade das sementes que entregamos, sendo que 80% das sementes que vão para as filiais da Belagrícola são tratadas, quando a média nacional fica em torno de 35%”, comenta Fragatto.

Inovando e fazendo história

Criada em 2010, a Bela Sementes fica no município de Tamarana (45 quilômetros de Londrina). Com uma estrutura instalada em 33 mil metros quadrados de área, hoje tem capacidade  de produção de 32 mil toneladas de sementes por safra, aproximadamente 800 mil sacas de 40kg de semente, comercializadas em vários estados do Brasil. Toda a operação da sementeira é automatizada e foi desenvolvida pela equipe de engenheiros da Belagrícola. Nestes 10 anos a Bela Sementes já colocou no mercado quase sete milhões de sacas de sementes e seu Potencial de Qualidade (PO) a credencia e  qualifica como uma das melhores sementeiras do país.

Belagrícola , 35 anos

A empresa Belagrícola, com sede em Londrina (PR), é uma das maiores distribuidoras de insumos agrícolas e comercializadoras de grãos do Brasil, está entre as 10 maiores empresas do Agro e chegou aos 35 anos em novembro de 2020. Fundada por João Colofatti (1985), em Bela Vista do Paraíso (PR), evoluiu de uma revenda de produtos agrícolas para uma plataforma de negócios.

Por ano, a Belagrícola comercializa por volta de 3 milhões de toneladas de grãos (principalmente soja, milho e trigo) e sua capacidade de armazenamento é de 1,2 milhão de toneladas. Segundo o presidente da Belagrícola, Flávio Andreo, o faturamento líquido da empresa em 2019 foi de R$ 3,9 bilhões e projeta para 2020 R$ 4 bilhões e 2021, R$ 4,5 bilhões.

Em 2001, a empresa criou o evento anual BelaSafra, um planejamento da safra de verão, que já tem agenda para janeiro de 2021. A Belagrícola possui uma unidade de sementes no município de Tamarana (45 quilômetros de Londrina), a Bela Sementes, com distribuição para todo o Brasil.

Com 1.200 colaboradores, sendo 190 fixados na sede, a Belagrícola possui 54 filiais de insumos (lojas) e 40 unidades de recebimentos de grãos, que atendem a mais de 200 municípios, distribuídas pelo Paraná, Santa Catarina e São Paulo. Além disso, a companhia tem também inúmeros programas socioambientais voltados para a comunidade e colaboradores.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios