Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Distribuição de produtos pelas Ilhas Canárias será mais rápida e a custos menores
A negociação para uso do porto espanhol é resultado da missão oficial do secretário executivo do Mapa, Eumar Novacki, à Espanha, em outubro passado, durante a feira 'Fruit Attraction'.

A agenda oficial do secretário Novacki incluiu reunião com a diretoria do porto de Las Palmas, que opera linhas marítimas para mais de 30 países africanos, está preparado para atracação de navios de grande porte e capacitado para armazenamento de grãos, frutas, carnes e máquinas e redistribuí-los para diferentes destinos africanos, em embarcações menores.

O diretor do Departamento de Promoção Internacional do Agronegócio, Evaldo da Silva Júnior, disse que “a existência de rotas de comércio alternativas as que já são tradicionalmente utilizadas pelos exportadores de produtos agropecuários brasileiros é salutar para o país.”  “A oportunidade apresentada pelos espanhóis”, disse ainda Silva Júnior, “é especialmente interessante porque possibilita a distribuição dos nossos produtos com agilidade e custo competitivo tanto para a África - uma fronteira ainda a ser melhor explorada - quanto para a União Europeia, que é atualmente nosso segundo maior mercado importador. As importações europeias devem aumentar consideravelmente após a conclusão das negociações do acordo comercial com o Mercosul, prevista para ocorrer ainda em 2017.”

Ontem (28), a delegação terá reunião com a Secretaria de Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul e com empresários daquela região, que responde pela maior produção de arroz do país. Está prevista para o início de 2018 uma missão técnica para visitar Porto de Las Palmas com a participação de empresários brasileiros. 

Asimp/Mapa

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios