Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

AEN

A Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento divulgou ontem (24/10) nova estimativa da safra de grãos de verão, correspondente ao desempenho em setembro. Segundo o relatório, as condições climáticas estão favoráveis, o plantio está em ritmo normal e a previsão se mantém em 22,789 milhões de toneladas para o período, redução de 3% se comparada à safra 2012/2013, que chegou a 23,475 milhões de toneladas.

Das três principais culturas cultivadas no Estado nesta época, o plantio de milho está mais adiantado. O cereal está com 85% da área prevista plantada; o feijão com 80% de plantio concluído e a soja está com 47% da área prevista com plantio efetivado.

Soja
 
A pesquisa de campo feita em setembro pelos técnicos do Departamento de Economia Rural (Deral) revelou ligeiro aumento na intenção de plantio da soja, grão que vai ocupar a maior parte da área agricultável no Paraná nesse período do ano. A cultura deverá ocupar 4,87 milhões de hectares que corresponde a um aumento de 4% em relação ao plantio efetivado na safra anterior, que atingiu 4,67 milhões de toneladas.

Com isso, se as condições climáticas forem mantidas até o início do próximo ano, o Paraná poderá colher 16,35 milhões de toneladas, um aumento de 3% sobre a safra passada (2012/13) que foi recorde, atingindo o volume de 15,82 milhões de toneladas.

Áreas
 
Por outro lado, a área plantada com milho na safra de verão reduz mais um pouco, devendo ocupar este ano 695.195 hectares, queda de 21% em relação ao plantio efetivado no mesmo período do ano passado quando foram plantados 875.970 hectares com milho.

A produção esperada de milho também é menor que a do ano passado, em decorrência da redução de área plantada. A expectativa de produção na safra de verão 2013/14 é colher 5,83 milhões de toneladas, 18% menor em relação à produção em igual período do ano passado quando foram colhidas 7,14 milhões de toneladas de milho.

Já a área plantada com feijão sobe mais um pouco, passando de 214,2 mil hectares plantados na safra passada para 231 hectares, um aumento de 8%. Para o feijão espera-se aumento de 29% na produção, passando de 329.487 toneladas colhidas na safra anterior para 424.436 toneladas que podem ser colhidas esse ano.
 

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios