Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Oito produtos vão receber bônus do Programa de Garantia de Preços para a Agricultura Familiar (PGPAF) em estados do Norte, Nordeste, Sudeste e Sul este mês. Na lista publicada no Diário Oficial da União na sexta-feira (9) estão relacionados abacaxi (Alagoas), açaí (Acre), cará e inhame (Espírito Santo), juta e malva (Amazonas) e maracujá e uva (Santa  Catarina).

O cálculo do prêmio é feito pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), com base no valor médio dos produtos praticado pelo mercado no mês anterior. A inserção da juta, malva, uva e do açaí na lista de bonificação deve-se à concentração da colheita no período e, como decorrência, a elevação da oferta e pressão negativa nos preços.

Os bônus correspondentes são de 1,82% para a uva, com base num preço médio de mercado R$ 1,08 e preço de garantia de R$ 1,10 o quilo do produto, e de 0,33% para a juta e malva, com preço de mercado de R$ 3 e, de garantia de R$ 3,01 o quilo da fibra. Na sequência, vêm açaí (3,20%), cará e inhame (14,88%) e maracujá (12,09%).

Já o preço do abacaxi, com bônus de 6,25%, reflete a baixa qualidade do produto que se encontra em fase final de safra. Mas a maior bonificação foi mesmo para a castanha-de-caju do estado de Pernambuco (29,15%), onde o preço de garantia é de R$ 3,98, para um preço médio de mercado de R$ 2,82. Ao lado vêm a castanha produzida também na Paraíba e Piauí que, junto com a banana dos dois primeiros estados, permanecem na lista deste mês.

Asimp/Conab

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios