Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) realizou, ontem (28), o primeiro leilão de venda de feijão deste ano. Foram comercializadas 807 toneladas do produto em cores e ensacado. O valor total da operação foi de aproximadamente R$ 1 milhão e dá continuidade à gestão dos estoques públicos do produto, realizada pela Companhia. Em 2015, os leilões da leguminosa ocorreram entre os meses de março e junho. Foram ofertadas mais de 144,9 mil toneladas e negociadas 19,2 mil t. Juntos, estes leilões somaram R$ 11,19 milhões.

Doação

Parte deste feijão armazenado e não comercializado nos leilões vem sendo doada pelo governo federal às prefeituras, para atender comunidades carentes. A medida é prevista pelo Decreto nº 8.481, publicado em 8 de julho de 2015. Até o início de 2016 já foram doadas 9,41 mil t do produto a 947 prefeituras. Esta doação beneficiou, até o momento, cerca de 5,5 milhões de pessoas assistidas pelas instituições indicadas pelas prefeituras, entre asilos, albergues, restaurantes populares, cozinhas comunitárias, banco de alimentos e unidades hospitalares. A retirada e o transporte do produto das unidades armazenadoras da Conab são de responsabilidade dos municípios, que podem fazer isso diretamente ou por meio de terceiros autorizados.

Os municípios que quiserem receber feijão dos estoques do governo federal, por meio da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), em benefício de comunidades carentes,  devem  preencher o Pedido de Doação de Alimentos (PDA) que está na página eletrônica da Conab (www.conab.gov.br) e entregar o documento na superintendência regional do estado correspondente.

Safra

De acordo com a Gerência de Levantamento e Avaliação de Safras da Conab (Geasa), houve um aumento de produtividade para o feijão 1ª safra, em relação à safra passada. Na safra 14/15, este índice ficou em 1.074 kg/ha, passando para 1.132 kg/ha na safra 15/16 (dez). Já o levantamento mais recente, ocorrido em janeiro de 2016, indicou 1.157 kg/ha de produtividade. Enquanto a produção total em 2015 alcançou 3,11 milhões de toneladas, sua previsão para este ano é de 3,33 milhões de t.

Asimp/Conab
 

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios