Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

No primeiro mês da safra 2015/16, o Banco do Brasil contratou R$ 6,4 bilhões em operações de custeio agropecuário. De acordo com dados do Banco Central, o montante representa uma evolução de 93% em relação ao mesmo período da safra anterior.

O crescimento das contratações pode ser observado nos principais estados produtores do País, com destaque para Mato Grosso do Sul (202%), Goiás (186%), Tocantins (173%), Mato Grosso (158%), Paraná (106%), Rio Grande do Sul (94%), Bahia (83%), São Paulo (63%) e Minas Gerais (21%). Observa-se também incremento na quantidade de operações contratadas, que passaram de 47 mil para mais de 60 mil, ampliando o número de produtores rurais atendidos já no primeiro mês do ciclo.

O desempenho verificado decorre de uma combinação de fatores, como a disponibilização dos recursos desde o primeiro dia da safra, a realização de eventos nos principais estados com lideranças, produtores rurais e funcionários do BB para divulgação do Plano de Safra, e a mobilização das agências para o pronto atendimento das propostas de financiamento. O Banco do Brasil está preparado para continuar atendendo as necessidades e a demanda do setor produtivo, ampliando os recursos aos produtores, suas cooperativas e empresas do agronegócio.

Além do incremento do volume de recursos, o Banco do Brasil busca proporcionar agilidade e conveniência aos produtores no acesso ao crédito. Nesse sentido, destacam-se as seguintes iniciativas:

- Custeio Renovável: permite aos produtores rurais renovar de forma simplificada seus financiamentos, contribuindo para o melhor planejamento das atividades agropecuárias por mais de um ciclo produtivo;

- Pronaf Custeio e Pronaf Mais Alimentos na Web: permite aos agricultores familiares a contratação de financiamentos em ambiente digital, na internet, por meio dos correspondentes bancários;

- Esteira Agro BB: novo modelo de negócios para o financiamento de máquinas, equipamentos, caminhões e implementos agrícolas, onde a originação das propostas é realizada diretamente pelas revendas e encaminhada ao Banco por meio digital pela internet;

- Aplicativo em Smartphone: permitirá, nas feiras agropecuárias, que os produtores e as revendas simulem e encaminhem financiamentos de investimento ao BB. A novidade estará disponível na Expointer 2015;

- Ampliação de limites: revisão dos limites de crédito de produtores rurais, resultando em incremento de  R$ 4,6 bilhões.

O bom momento do agronegócio brasileiro conjugado com o empreendedorismo e competência dos produtores rurais, e o apoio creditício do Banco do Brasil, vem permitindo que o setor consolide bons resultados safra após safra, com reflexos positivos no desenvolvimento do País.

Asimp/BB

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios