Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Projeto da Funcart realiza apresentações de balé em instituições públicas de Londrina e seleciona bolsistas para a Escola Municipal de Dança

A quadra da Escola Hikoma Udihara, na região leste de Londrina, vai se transformar em palco nesta sexta-feira (25). Sobre o tablado improvisado, 23 bailarinos da Funcart exibem números de balé clássico e contemporâneo. Na plateia, cerca de 530 alunos, além de professores, funcionários e pessoas da comunidade, assistem às apresentações. Para a maioria, será o primeiro contato com a arte do movimento. O projeto Dança nas Escolas aposta nesta iniciação como oportunidade decisiva para a descoberta de talentos e para a formação de público.

Desde 2007, o projeto da Funcart realiza um importante trabalho em escolas municipais da periferia de Londrina, oferecendo cursos para professores, apresentações e oficinas. Todo o trabalho dura pouco mais de uma semana. A intenção é inserir a dança no conteúdo programático das instituições e selecionar, dentre os alunos de 7 a 12 anos, talentos que poderão frequentar o curso regular da EMD na condição de bolsistas.

Nesta sexta-feira, as apresentações na Escola Hikoma Udihara (Rua Orlando Silva, 762 - Vila Isabel) acontecem em dois horários: às 11 horas para as turmas do matutino e às 14 horas para os alunos da tarde. Trechos de peças clássicas como Dom Quixote, Esmeralda,  Corsário e  Paquita compõem o programa. A dança contemporânea fica por conta do Ballezinho de Londrina, que encenará partes dos espetáculos de seu repertório.

Em cena, estarão alguns dançarinos que ingressaram na Funcart como bolsistas nos primeiros anos do projeto e hoje incentivam os jovens da plateia. É o caso de Vitor Rodrigues, de 18 anos, que foi selecionado no Dança nas Escolas e hoje faz parte do elenco do Ballet de Londrina, companhia profissional da cidade. Vitor apresentará a variação masculina de Corsário. “É emocionante observar como o projeto fecha um ciclo, ao mesmo tempo em que abre novas oportunidades. A Escola Municipal de Dança possui 80% de bolsistas parciais ou integrais. Vários bailarinos foram escolhidos em iniciativas como esta, em regiões muito humildes de Londrina, e hoje voltam às comunidades já como profissionais ou em fase final de formação”, destaca Sônia Secco, coordenadora da EMD.

Além do espetáculo, o projeto possui outras fases que favorecem um contato mais íntimo dos jovens com a dança. Na semana que vem, entre os dias 28 e 31 de julho, os alunos da Hikoma Udihara participam de uma oficina ministrada por monitores da Funcart, com exercícios lúdicos de dança, enfatizando flexibilidade, alongamento e postura. Ao final do processo, é feita a seleção dos bolsistas. A bolsa integral é concedida ao longo dos oito anos de formação em balé clássico, desde que se mantenha frequência e boas notas.

Ainda como parte do projeto, no dia 14 de julho, 50 professores da instituição receberam curso sobre o uso da dança no ensino, de modo interdisciplinar. “Os funcionários da escola foram extremamente receptivos conosco. No momento da palestra, professores de português e de matemática disseram que planejavam estratégias para envolver a arte em seus conteúdos, para sair do habitual”, lembra Sônia Secco.

A Hikoma Udihara é a segunda escola municipal a receber o projeto este ano. Ao todo, serão três instituições de ensino – todas na região leste. A parceria entre a Funcart e as escolas tem apoio da Secretaria de Educação e patrocínio da Secretaria de Cultura de Londrina.

Números

Em sete anos de existência, o Dança nas Escolas já percorreu 38 instituições da rede pública municipal da cidade e ofereceu oficinas gratuitas para cerca de 800 professores e 8.500 alunos. Foram 63 apresentações de balé abertas para um público de mais de 15 mil pessoas. Neste período, cerca de 340 estudantes foram escolhidos para frequentar como bolsistas o curso regular da EMD.

Renato Forin Jr./Asimp/Funcart

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios