Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Agência Notícias PR

O agronegócio brasileiro elevou as exportações em 2,7% nos últimos doze meses – de fevereiro de 2013 a janeiro de 2014. O valor exportado passou de US$ 96,66 bilhões para US$ 99,26 bilhões. As importações no período cresceram 4,2%, totalizando US$ 17,06 bilhões, gerando um superávit comercial de US$ 82,19 bilhões, segundo dados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

O destaque do período foi o complexo da soja. As exportações do setor representaram 31,4% do total exportado no período e alcançaram a marca de US$ 31,17 bilhões. No período anterior, o complexo da soja foi responsável por 26,4% do total exportado pelo agronegócio. De acordo com o Ministério da Agricultura, essa elevação na participação deveu-se a “expansão das vendas externas de soja em grão”, que tiveram um incremento de 11 milhões de toneladas nas vendas externas.

Segundo principal exportador do agronegócio, as carnes também tiveram as vendas externas elevadas em 6,2%. A cifra alcançada pelo setor foi de US$ 16,8 bilhões. A carne de frango, com US$ 7,43 bilhões em embarques, ficou em primeiro lugar. Na sequência ficou a carne bovina com US$ 6,7 bilhões em vendas externas. O resultado apresentado pelos embarques de carnes bovinas teve um aumento de 14,3%. Já as carnes suína e de peru tiveram queda nas exportações (-10,5% e -8%, respectivamente).

Os produtos florestais e os cereais ocupam a quarta e quinta posição, respectivamente, entre os mais exportados pelo agronegócio do país. As exportações dos produtos florestais aumentaram 7,8% (US$ 9,79 bilhões) e os cereais tiveram queda de 8,9%, totalizando US$ 6,76 bilhões.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios