Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Inscrições para o evento virtual vão até dia 20 de setembro

Uma boa oportunidade para conectar indústrias paranaenses do setor de laticínios com potenciais compradores da América do Sul e México acontece nos dias 20 e 21 de outubro, no Encontro Virtual de Negócios Internacionais promovido pelo Centro Internacional de Negócios da Federação das Indústrias do Paraná (CIN/PR). O objetivo é fomentar as exportações, ampliando mercados e canais de vendas. O evento é online, focado em empresas com capacidade exportadora e as inscrições são limitadas. Podem ser feitas aqui e vão somente até dia 20 de setembro.

A ação é uma parceria da Fiep com a Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc), Confederação Nacional da Indústria (CNI) e Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). O encontro é direcionado a indústrias que já atuam na área de comércio internacional ou que já estejam aptas a iniciar na atividade. Também será possível manter contato com possíveis clientes estrangeiros. Para isso, as participantes precisam ter previamente um catálogo de produtos com lista de preços de cada item definido para exportação, em inglês e espanhol, além de ter website ou redes sociais ativas.

Dinâmica

As indústrias inscritas terão acesso a compradores internacionais por meio da plataforma virtual de matchmaking e já garantem participação no webinar "Como se preparar para rodadas de negócios internacionais". Para o contato entre as empresas com interesses convergentes haverá horários e agendas preestabelecidos, com duração de 20 minutos. Serão criados e enviados com antecedência links individuais para cada reunião.

O formato das rodadas de negócios possibilita que as empresas façam prospecção de novos clientes para expandir suas vendas para o exterior e firmem parcerias para atuar em determinado mercado-alvo. “Ainda que não se fechem negócios durante o evento, é de grande valia aproveitar a oportunidade junto aos compradores estrangeiros para trocar informações sobre os produtos ofertados, avaliar sugestões de adequação e analisar recomendações para esses mercados visando futuros negócios”, resume a coordenadora do CIN, Claudia Schittini.  

Patrícia Gomes/Asimp/Fiep

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.