Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A alteração dos valores faz parte das medidas do Plano Safra 2020/2021, anunciado nesta semana

A partir de 1° de julho deste ano, as taxas de juros dos financiamentos do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé) serão reduzidas.

Os valores das linhas de crédito destinadas ao custeio, comercialização e Financiamento para Aquisição de Café (FAC) para cooperativas passam de 7% para 6% ao ano.Já os financiamentos de capital de giro e FAC para indústria e exportadores recua dos atuais 9,5%para 7,5%.

A alteração dos valores das taxas de juros faz parte das medidas do Plano Safra 2020/2021, anunciado pelo presidente Jair Bolsonaro e pela ministra Tereza Cristina, nessa quarta-feira (17),em Brasília. A norma está publicada na Resolução N° 4.827 do Banco Central.

De acordo com Sílvio Farnese, diretor de Comercialização e Abastecimento, da Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, a redução nas taxas de juros permitirá melhoria na rentabilidade financeira do setor, importante nesse momento de colheita e comercialização.

"Desta forma,o cafeicultor terá facilidade de acesso ao crédito tanto para as despesas nessa fase, como para facilitar o carregamento da produção ao longo do ano", explica Farnese.

Asimp/Mapa

#JornalUnião

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.