Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O Instituto Agronômico do Paraná (Iapar) lança nesta quinta-feira (28) a cultivar de feijão preto IPR Urutau, em apresentação dirigida a produtores, técnicos, dirigentes e lideranças do agronegócio.

O evento será no Polo Regional de Ponta Grossa (km 496 da Rodovia do Café), a partir das 9 horas, com a presença do secretário estadual da Agricultura e Abastecimento, Norberto Ortigara.

Além do Paraná, IPR Urutau é indicada para plantio nos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Mato Grosso do Sul. Sua principal característica é o potencial de rendimento, que pode ultrapassar a marca de 4,5 toneladas por hectare, segundo Vania Moda Cirino, especialista em melhoramento genético vegetal do Iapar que trabalhou no desenvolvimento do material.

A nova cultivar tem ciclo semiprecoce e, em média, chega à colheita em 84 dias após a emergência. Destaca-se ainda pelo bom comportamento frente às principais doenças que atingem lavouras de feijão e pelo porte ereto, característica que proporciona mais eficiência na operação de colheita.

Os grãos de IPR Urutau têm alto teor de proteína e são de rápido preparo – cozinham em cerca de 19 minutos, segundo a pesquisadora.

Programa

Após a solenidade de lançamento, os participantes visitarão a estação experimental para conhecer o desempenho de IPR Urutau em condições de campo.

AEN

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios