Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.
Lagarta Helicoverpa armigera coloca em alerta produtores no Sul de São Paulo e no Norte do Paraná em fase inicial da produção
Giórgia Gschwendtner/Asimp
 
Assim como em Mato Grosso, a lagarta Helicoverpa armigera preocupa os produtores do Sul de São Paulo e do Norte do Paraná por conta dos ataques às áreas recém-semeadas. Nem mesmo a prevenção dos técnicos e instituições foi suficiente para conter a proliferação da praga nas lavouras. O levantamento técnico-jornalístico da Expedição Safra 2013/14 percorreu na última semana 1,7 mil quilômetros pela região e acompanhou a repercussão do caso.
 
Dois terços da área de cultivo da soja foram semeados no Paraná, o que representa 3 milhões de hectares. O impacto da nova lagarta no custo deve ser crescente e pode passar de 5% no caso de três aplicações de inseticidas. Em relação à produtividade, ainda não há estimativas no setor, que não esperava que a Helicoverpa armigera surgisse no período inicial da produção.
 
O município de Campo Mourão (PR) já registra surto de lagartas em áreas recém-plantadas. Parte delas sobreviveu na palhada, conforme os produtores e técnicos. “Embora o ataque tenha ocorrido muito cedo, as alternativas dos produtores não estão esgotadas e os impactos nas lavouras podem ser reduzidos”, avalia Giovani Ferreira, coordenador da Expedição Safra.
 
Com a intenção de minimizar a preocupação do produtor em relação à lagarta, a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) criou o Alerta Helicoverpa, uma página na Internet que reúne informações sobre o assunto. Para conferir o conteúdo basta acessar: http://www.embrapa.br/alerta-helicoverpa.
 
Em campo
 
Durante esta semana, a Expedição Safra está com duas equipes na estrada. Enquanto uma finaliza roteiro por Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, outra segue viagem pelo Oeste e Sudoeste do Paraná, por Santa Catarina e pelo Rio Grande do Sul. Para mais informações, acesse: www.expedicaosafra.com.br.
 

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios