Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Evento reúne, nesta segunda-feira (02), técnicos, agricultores, agentes financeiros e lideranças para discutir soluções práticas para os gargalos em transporte e armazenagem do agronegócio

Ascom/Appa
 
Em meio à estimativa de crescimento de 7 milhões de toneladas na safra brasileira de grãos 2013/14 e de um déficit de armazenagem de aproximadamente 12,5 milhões de toneladas, no Paraná, a região Norte do Estado debate soluções para garantir o crescimento sustentável da produção. Hoje (02/12), especialistas em logística e armazenamento, agricultores, representantes do governo, agentes financeiros e da sociedade se reúnem no Ciclo de Palestras Informação e Análise do Agronegócio, em Londrina (manhã) e Maringá (noite), para discutir questões logísticas da produção agrícola estadual.
 
No evento, além de uma visão geral do cenário para a região, abordando a infraestrutura de transporte e armazenamento, também haverá espaço para a apresentação de soluções práticas, como linhas de crédito específicas para o financiamento de armazéns. O debate contará com a participação do técnico da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) Eugênio Stefanelo, que apontará alternativas para os investimentos em armazenagem como estratégia econômica.
 
Como alternativa para a atual realidade, o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) apresenta uma linha especial para o financiamento de armazéns que tem R$ 5 bilhões por ano até 2018. O superintendente da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), Luiz Henrique Dividino, vai abordar o programa de expansão dos terminais e das atividades portuárias. E o coordenador da Expedição Safra e do Agronegócio na Gazeta do Povo, Giovani Ferreira, falará sobre as perspectivas para o ciclo 2013/14 e as implicações do crescimento da produção de grãos.
 
O Ciclo de Palestras é realizado pelo Núcleo de Agronegócio da Gazeta do Povo em parceria com o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea-PR). Tem patrocínio do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), Terminal de Contêineres de Paranaguá (TCP) e Perfipar e apoio da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa). Em sua quarta edição, o projeto já passou por Ponta Grossa e Cascavel. A última etapa de 2013 ocorre em Curitiba, dia 12. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas pelo e-mail rsvp@grpcom.com.br 

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios