Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Sojicultores que alcançaram os melhores resultados no Desafio CESB de Máxima Produtividade, promovido pela entidade, serão apresentados no dia 18 de junho em Londrina

Os campeões da edição de 2018/2019 do Desafio CESB de Máxima Produtividade de Soja, realizado pelo Comitê Estratégico Soja Brasil (CESB), serão conhecidos no dia 18 de junho, em Londrina (Avenida Tiradentes, 6.275, Parque Governador Ney Braga ). O anúncio será feito durante o Fórum Nacional de Máxima Produtividade da Soja, que acontece este ano em parceria com a COCAMAR – Cooperativa Agroindustrial e a SRP - Sociedade Rural do Paraná.

Os cases campeões dos ganhadores da 11ª edição do Desafio serão expostos pelos consultores, membros e especialistas do CESB durante o Fórum, a fim de compartilhar informações sobre métodos e técnicas utilizados para produzir mais soja em uma mesma área. Do total de 4 mil áreas inscritas foi alcançado um número recorde de 800 áreas que estão sendo auditadas e avaliadas pelos especialistas do Comitê.

O CESB recebeu 4 mil inscrições para o Desafio, atingindo 11,5% das áreas plantadas de soja do Brasil, o que representa 4,14 milhões de hectares. No total, o Brasil conta com cerca de 36 milhões de hectares cultivados com a oleaginosa. Produtores de todas as regiões do País aceitaram se auto desafiar para aumentar a produtividade de suas áreas com sustentabilidade e rentabilidade.  

Troca de informações

Neste ano, o Fórum terá como convidado o palestrante Gustavo Spadotti, da base Territorial da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). Em sua palestra, ele abordará técnicas que podem ser aplicadas por sojicultores brasileiros para melhorar a sua produtividade. “O evento será um meio de os produtores e especialistas da área agrícola realizarem um networking, além de promover uma preciosa troca de informações sobre a produção de soja no Brasil”, destaca o presidente do CESB, Leonardo Sologuren.

Ele também lembra do momento difícil enfrentado nessa última safra, com veranicos sucessivos em algumas regiões, que causaram quebras na produção. “Tivemos condições climáticas totalmente diferentes do ano passado. Portanto temos a expectativa de ver o que os produtores fizeram para enfrentar esse momento de clima adverso e mesmo assim alcançar níveis avançados em produtividade”, relata.

Campeões de produtividade

O Fórum é realizado anualmente e tem por objetivo revelar os números recordes de alguns dos melhores sojicultores e consultores do Brasil, que ao longo de dez anos de história do Desafio demonstraram crescimentos em produtividade acima da média nacional. A produtividade média dos primeiros colocados das áreas avaliadas nesses dez anos variou de 77,8 a 109,4 sacas por hectare, com taxa de crescimento anual de aproximadamente 4,9%. Enquanto a média nacional, de acordo com a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), apresentou variação de 43,8 a 56 sacas por hectare, crescendo ano a ano aproximadamente 3,5%.

O recorde atual foi conquistado com o produtor Marcos Seitz, de Guarapuava (PR), que alcançou a marca de 149,08 sacas de soja por hectare. Ele foi o campeão da edição de 2016/2017 do Desafio. O campeão da última edição (2017/2018) foi Gabriel Bonato, de Sarandi (RS), que alcançou 127,01 sacas de soja por hectare.

Auditorias

Neste ano, o Comitê alcançará um número recorde de auditorias: um total de 800, contra 573, no ano passado. Após a inscrição, os agricultores tiveram suas áreas cultivadas submetidas a auditorias realizadas por especialistas do CESB. As auditorias acontecem desde janeiro e serão finalizadas em maio.

“A cada safra o produtor compra a ideia de ser desafiado E a entender seu ambiente de produção buscando produzir cada vez mais soja por unidade de área, destacando uma das premissas do Desafio, que é promover a produção sustentável da oleaginosa”, pontua Luiz Antonio Silva, diretor executivo do CESB.

Asimp/CESB

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios