Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Nesta quinta-feira (2), das 8 às 12 horas, será realizado um debate sobre os problemas ambientais no meio rural, provocados pelo uso inadequado do solo e de agrotóxicos. O evento acontece no Centro de Treinamento do IAPAR (Salas AB), na Rod. PR 445, e faz parte da Semana do Meio Ambiente 2016, que acontece até o dia 11 de junho. A semana é uma comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado no próximo domingo (5).

O encontro é promovido pelo Ministério Público Estadual e pela Promotoria do Meio Ambiente.  Realizado pela Empresa Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-LD) e Secretaria Municipal do Ambiente (Sema). Tem apoio do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural, Instituto Agronômico do Paraná (IAPAR) e Sicredi.

O debate pretende reunir cerca de 100 participantes de mais de 30 revenda de insumos; representante de cooperativas; técnicos agrícolas; agricultores familiares e centros de pesquisas do município de Londrina. O objetivo é orientar os agricultores, lideranças, autoridades e profissionais sobre como proceder em caso do uso inadequado do solo e dos agrotóxicos; padronizar as informações sobre o manejo de solo e uso de agrotóxicos e amenizar os problemas ambientais no meio rural.

O responsável local pela Emater Londrina, Paulo Roberto Mrtvi destacou que é significativo o aumento do processo erosivo no município de Londrina, que tem como causa o uso inadequado do solo, com plantio “morro abaixo”, em função das propriedades serem estreitas e as máquinas e equipamentos utilizados serem cada dia maiores. “Isto dificulta realizar as operações de plantio e tratos culturais em nível”, disse.

Segundo ele, além dos problemas de erosão, têm sido crescentes as reclamações quanto ao uso inadequado de herbicidas, que afetam lavouras de feijão, frutas e de olerícolas comerciais, principalmente nas propriedades da agricultura familiar. “Há uma percepção de que o problema do uso do herbicida pode ocorrer por tecnologia inadequada de aplicação, que resulta em deriva, que poderia ser evitada com aplicação de qualidade, supervisionada pelo respectivo responsável técnico”, ressaltou.

Redação: J.U com informações N.Com/PML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios


Notice: Undefined variable: usuario_tk in /var/www/vhosts/jornaluniao.com.br/httpdocs/widget_footer.php on line 245
NULL