Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Para secretário Schwanke, os eventos são importantes canais para pequenos e médios produtores rurais venderem sua produção

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), por meio da Secretaria de Agricultura Familiar e Cooperativismo (SAF), está apoiando a realização da 47ª Abav Expo, em São Paulo, e do 27º Agrinordeste, em Olinda (PE). Segundo o secretário de Agricultura Familiar e Cooperativismo, Fernando Schwanke, os eventos são importantes para garantir que haja mercado para a produção da agricultura familiar.
“A comercialização dos produtos da agricultura familiar está entre as prioridades da SAF, e os eventos são importantes canais para pequenos e médios produtores rurais venderem sua produção, além de serem ambientes propícios para que sejam realizados negócios e parcerias com restaurantes, hotéis e supermercados. Apoiamos os eventos, pois estes contribuem para o fortalecimento de todo o setor”, destaca.
A Agrinordeste, exposição reconhecida como o maior evento indoor da agropecuária do Norte e Nordeste do país, iniciou na última terça-feira (24) no Centro de Convenções de Pernambuco. Além de palestras e capacitações, a programação conta com Oficinas de Trabalho, Feira de Produtos do Campo, Festival Gastronômico, Seminário sobre a Modernidade do Setor Primário da Economia Nordestina, 12º Show de Lácteos, Feira dos Produtores de Cana do Nordeste (Norcana), entre outros.
Com o apoio do Mapa, em parceria com a Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) e a Universidade Federal Fluminense (UFF), 20 cooperativas de agricultores familiares participam da Agrinordeste expondo seus produtos, comercializando e fazendo prospecção de negócios. O diretor do Departamento de Cooperativismo e Acesso a Mercados da SAF, Márcio Madalena, explica que a iniciativa integra as atividades do programa Brasil Mais Cooperativo, lançado em julho pelo governo federal, através da Secretaria de Agricultura Familiar e Cooperativismo.
“É uma ação importante do programa, na qual podemos trabalhar a questão do acesso a mercados dessas cooperativas, que, além de comercializar, estão fechando negócios. Esse tipo de evento possibilita que as cooperativas da agricultura familiar possam ficar na vitrine e isso faz com que elas tenham condições de acessar mercados que não teriam como acessar se ficassem somente nas suas cidades”, destaca Madalena.
A Cooperativa dos Produtores de Palmito do Baixo Sul da Bahia (Coopalm), com sede município de Ituberá, participa da Agrinordeste pela primeira vez com palmito de pupunha em conserva, nas versões inteiro, em rodela e picado, cultivados de forma sustentável. Com 15 anos de atuação e mais de 600 cooperados, sendo a maior parte de agricultores familiares, distribuídos em 29 municípios e mais de 214 comunidades, a cooperativa busca novas oportunidades.
“Estamos aqui com a expectativa de fazer contato com potenciais fornecedores e também atender ao cliente final, como estamos fazendo agora, recebendo quem vem comprar os nossos produtos e que está gostando e trazendo outras pessoas”, destaca Saulo Fernandes, representante da Coopalm.
Agricultura familiar no mercado turístico
Em São Paulo, começou na quarta-feira (25) um dos maiores eventos de negócios e turismo do Brasil, a Abav Expo Internacional de Turismo 2019. A programação segue até esta sexta-feira (27) com exposições, palestras, debates, degustações e oficinas. A participação do Mapa é resultado de uma parceria com o Ministério do Turismo e prevê, entre outras ações, a promoção da comercialização de produtos e serviços turísticos oriundos da agricultura familiar, com ênfase para aqueles vinculados à hospedagem e gastronomia.
Com o apoio do Mapa, participam do evento 10 empreendimentos da agricultura familiar, entre os quais está a Cooperativa Mista dos Apicultores da Microrregião de Simplício Mendes (Comapi). Localizada no semiárido piauiense, a cooperativa conta com mais de mil cooperados, que produzem mel e pólen, atendendo aos mais rigorosos padrões de qualidade exigidos pelo mercado internacional.
“A nossa participação em uma feira como esta gera muitos contatos. Tem a venda direta, de balcão, mas acredito que o fato mais importante é a geração de contatos futuros. Por exemplo, um dos eventos que nós participamos por meio de parceria com o Ministério da Agricultura propiciou a venda de 3 contêineres no mercado interno, em um momento muito difícil para o setor”, conta Sérgio Medeiros, gerente da Comapi.
Outro empreendimento da agricultura familiar que está marcando presença na Abav Expo 2019 é a Cooperativa Mista de Agricultores Familiares, Extrativistas, Pescadores, Vazanteiros e Guias Turísticos do Cerrado (Coopcerrado). Organizada em Goiás, Minas Gerais, Bahia, Tocantins e Mato Grosso, a cooperativa reúne cerca de 4,5 mil famílias de pequenos produtores. Com a marca Empório do Cerrado, a CoopCerrado produz conservas, cremes, ervas, temperos, molhos, chás, farinhas e castanha de baru. Toda a produção é orgânica, certificada e originada a partir do extrativismo sustentável.
“Estamos aqui com produtos diversos da agricultura familiar, do extrativismo e de origem quilombola. É uma feira que tem repercussão internacional e trouxemos os nossos produtos para serem conhecidos por esse público. A partir disso, temos a expectativa de fazer novas parcerias de trabalho e de comercialização”, afirma a diretora administrativa da cooperativa, Verônica Silva.
Para a coordenadora de Acesso a Mercados da SAF, Mônica de Souza, o evento é uma das principais ações de comercialização e negócios com o mercado do turismo. “Temos aqui empreendimentos que estão preferencialmente inseridos em roteiros turísticos, vindos do Piauí, da Bahia, do Rio Grande do Sul, do Goiás, e todos eles estão aqui na perspectiva de inserir os produtos da agricultura familiar no mercado turístico”, diz.
Como estratégia de promoção comercial dos produtos da agricultura familiar brasileira, o Mapa também está apoiando a realização de uma Cozinha Show, onde os visitantes da Abav Expo podem acompanhar ao vivo o preparo de pratos com produtos da agricultura familiar.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios