Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Dados serão debatidos em fórum nacional que será realizado durante a Expointer

O Departamento de Saúde Animal (DSA) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) vai apresentar os resultados dos dois primeiros anos do Plano Estratégico 2017-2026 do Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa (PNEFA), durante o I Fórum Nacional de Febre Aftosa que será realizado hoje (30), a partir das 9h, na Expointer (RS).
O tema principal do Fórum será a participação do setor privado na implantação, execução e gestão do Plano Estratégico do PNEFA.
Iniciado em 2017, o Plano tem o objetivo de criar e manter condições sustentáveis para garantir o status do Brasil como livre da febre aftosa sem vacinação e ampliar as zonas livres da doença sem vacinação.
Passados os dois primeiros anos, alguns pontos estão em andamento, como a finalização do georreferenciamento de estabelecimentos rurais e de interesse para a saúde animal, a correção das deficiências estruturais e operacionais das unidades veterinárias locais, e a definição e implementação de sistema eficiente de repasse de recursos para emergências zoossanitárias.
Também são consideradas ações prioritárias a implementação do banco de antígenos e de vacinas contra a febre aftosa, (Banvaco); a estabilidade de repasse de recursos financeiros federais e de fundos privados para os Serviços Veterinários Estaduais e o pleno funcionamento da Plataforma de Gestão Agropecuária com integração de cadastros, movimentações de rebanhos e postos de fiscalização. Outras demandas são o fortalecimento da vigilância na fronteira internacional, a implantação do fundo de emergência nacional e a promoção da educação e comunicação em saúde animal.
Saiba mais sobre resultados dos dois primeiros anos do Plano Estratégico 2017-2026 do PNEFA.
 

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios