Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Serviços sanitários e produtores têm 180 dias para se adaptarem às exigências

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) estabeleceu novas regras para o controle do cancro cítrico no Brasil. Esta praga quarentenária, sob controle oficial no Brasil, provoca manchas em frutos como laranja e limão, comprometendo a comercialização.

Segundo a instrução normativa n° 37, publicada ontem (6), no Diário Oficial da União, os estados e o Distrito Federal deverão adotar práticas para a erradicação das plantas infectadas e para o controle da bactéria Xanthomonas citri subsp. citri, causadora do cancro.

Na impossibilidade de adoção das medidas, os serviços de sanidade vegetal das unidades da Federação poderão estabelecer, junto com os agricultores, uma alternativa denominada Sistema de Mitigação de Risco. É um conjunto de práticas integradas para reduzir o risco associado à praga nos produtos comercializados.

“As regras são o resultado de mais de dois anos de estudo, que mobilizaram especialistas e agentes envolvidos no controle da praga no país”, diz o diretor do Departamento de Sanidade Vegetal do Mapa, Marcus Coelho.

A instrução normativa vai entra em vigor dentro de 180 dias. De acordo com o diretor do DSV, o prazo é necessário que os agricultores e os serviços estaduais de sanidade vegetal se preparem para a adequação às novas regras.

Confira aqui a instrução normativa.

Asimp/Mapa
 

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios


Notice: Undefined variable: usuario_tk in /var/www/vhosts/jornaluniao.com.br/httpdocs/widget_footer.php on line 245
NULL