Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Parâmetros mínimos para a capacitação técnica foram publicados no Diário Oficial. O objetivo da medida é melhorar a qualidade dos serviços prestados no campo

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), publicou ontem, 24, a Resolução nº 77 do Comitê Gestor Interministerial do Seguro Rural, que trata sobre os parâmetros mínimos a serem observados na capacitação técnica dos peritos agrícolas que atuam na regulação de sinistros de apólices contratadas no âmbito do Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural (PSR).

A resolução estabelece alguns procedimentos que devem ser adotados pelas seguradoras habilitadas a operar no PSR no processo de capacitação técnica dos peritos, como por exemplo a observância do conteúdo programático mínimo a ser disponibilizado pelo Mapa. A expectativa é que até o final de 2020 as empresas interessadas comecem a divulgar os cursos, que serão por ensino à distância, dessa primeira fase da qualificação de peritos.

De acordo com o diretor do Departamento de Gestão de Riscos do Mapa, Pedro Loyola, o trabalho realizado pelos peritos é primordial para o desenvolvimento do seguro rural no país, por isso é preciso estimular a qualificação desses profissionais. “Os cursos de capacitação poderão ser ofertados por instituições públicas ou privadas e até mesmo pelas seguradoras visando preparar os profissionais para a certificação, que será definida no próximo ano”.

Segundo Loyola, além das ações do Ministério para fomentar a oferta da capacitação dos peritos, existe o desafio de aumentar o número de profissionais da rede de peritos no país, “o seguro rural está em ritmo de crescimento acelerado e os serviços prestados pelos peritos que atuam nesse mercado precisam acompanhar esse movimento, seja na qualidade das vistorias, quanto no atendimento oportuno ao produtor rural”.

Maiores informações podem ser obtidas pelo e-mail: seguro@agricultura.gov.br

Contratação

O produtor que tiver interesse em contratar o seguro rural deve procurar um corretor ou uma instituição financeira que comercialize apólice de seguro rural. Atualmente, 14 seguradoras estão habilitadas para operar no PSR. O seguro rural é destinado aos produtores pessoa física ou jurídica, independente de acesso ao crédito rural.

A subvenção econômica concedida pelo Ministério da Agricultura pode ser pleiteada por qualquer pessoa física ou jurídica que cultive ou produza espécies contempladas pelo Programa. Para os grãos em geral, o percentual de subvenção ao prêmio pode variar entre 20% e 40%, a depender da cultura e tipo de cobertura contratada. No caso das frutas, olerícolas, cana-de-açúcar e demais modalidades (florestas, pecuário e aquícola) o percentual de subvenção ao prêmio será fixo em 40%.

Para produtores das regiões Norte e Nordeste de grãos, o PSR destinará R$ 50 milhões exclusivos para essas regiões nos meses de setembro e outubro.

Para mais informações sobre o PSR, faça o download do aplicativo.

Asimp/Mapa

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.