Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Sete primeiros meses da safra atual apresentam resultado 28,7% superior ao obtido na temporada 2012/13

Os médios produtores rurais estão entre os mais contemplados pelo governo federal em relação ao crédito concedido pelo Plano Agrícola e Pecuário. Entre julho do ano passado e janeiro deste ano, já foram liberados R$ 9,86 bilhões pelas modalidades de custeio e investimento do Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp), alta de 28,7% sobre o mesmo período da safra 2012/13, quando foram contratados R$ 7,66 bilhões.

O resultado representa 74,64% dos R$ 13,21 bilhões disponibilizados ao programa na temporada atual. Pela modalidade de custeio, os produtores financiaram R$ 6,27 bilhões dos R$ 8,05 bilhões programados, enquanto pela de investimento, R$ 3,59 bilhões de R$ 5,16 bilhões.

Comparando com a temporada anterior, os financiamentos de custeio apresentaram alta de 6,8% e, as de investimento, um valor ainda mais expressivo: 100,4% superior.

“Este é o melhor resultado já obtido em sete meses da safra em relação ao crédito efetivamente contratado pelos médios produtores. Ao oferecer empréstimos com taxas de juros de 4,5% ao ano e outras facilidades, o governo mostra mais uma vez atenção especial ao segmento, fato que vem sendo intensificado nos últimos anos”, explica o secretário de Política Agrícola do Mapa, Neri Geller.

A avaliação, atualizada mensalmente, das contratações do crédito agrícola é realizada pelo Grupo de Acompanhamento do Crédito Rural, coordenado pela Secretaria de Política Agrícola (SPA/Mapa).
 

Asimp/Mapa

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios