Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Com a iniciativa, 460 famílias participantes da Coafas recebem apoio do município; local auxilia na logística da distribuição dos alimentos perecíveis

No sábado (6), às 10 horas, o prefeito Marcelo Belinati, o secretário municipal de Agricultura e Abastecimento, Ronaldo Siena e o presidente da Companhia de Habitação de Londrina (COHAB-Ld), Luiz Cândido de Oliveira, foram até o Mercado do Campo da Vila Casoni para assinar o termo de cessão do espaço para o uso da agricultura familiar. O mercado fica Rua Caraíbas, 452, na Vila Casoni, região central de Londrina.

O “Mercado do Campo: central da agricultura familiar” é um barracão com 1.373,70 metros quadrados de área total e 492,73 metros quadrados de área construída. Ele é utilizado, desde 2015, como uma central de distribuição de alimentos da agricultura familiar. “O espaço faz fomentar a agricultura familiar no município, porque é uma oportunidade de o agricultor continuar produzindo seu produto e comercializá-lo diretamente ao público-alvo sem passar por atravessadores. Isso ajuda na geração de emprego e renda e ajuda na fixação do homem no campo”, explicou o secretário de Agricultura e Abastecimento, Ronaldo Deber Siena.

Assim, os produtores rurais -que comercializam seus produtos com os projetos governamentais, como o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE)- levam suas mercadorias até esse barracão. De lá, os integrantes da Cooperativa de Agricultura Familiar Solidária (Coafas) se encarregam de fazer a distribuição dos produtos.

Segundo o gerente administrativo da Coafas, Denilson Eduardo Saraiva, a parceria viabiliza o trabalho dos produtores rurais de Londrina e ajuda em sua distribuição. “Sem a cessão do espaço o trabalho ficaria inviável. Não tem jeito de os produtos saírem do campo direto para as escolas, porque temos vários sócios e nem sempre tem um local de ponto de encontro viável para eles se encontrarem e juntarem os produtos para a entrega. É muito boa essa parceria para o produtor”.

Desta forma, a cessão do espaço ajuda os agricultores, que não precisam fazer o fretamento de caminhões para a distribuição das hortifrutis de suas produções até escolas e entidades, facilitando, a logística de distribuição dos alimentos e o trabalho dos envolvidos. Além disso, há uma câmara refrigerada que garante a maior durabilidade dos alimentos perecíveis.

Durante o evento, o prefeito também mencionou outras ações que estão sendo feitas para os moradores da zona rural de Londrina. “A zona rural de Londrina não está mais esquecida como vinha sendo durante algumas gestões anteriores. Estamos construindo a primeira creche municipal em Lerroville, onde fazia 30 anos que a população pedia por isso. Também estamos construindo a primeira escola municipal com sede própria no Distrito da Warta, estamos refazendo a Estrada Rural que liga o Distrito de Paiquerê a Guairacá e hoje garantimos a cessão do espaço para o produtor rural distribuir seus produtos para a merenda escolar”, elencou Marcelo.

Com a iniciativa, 460 famílias participantes da Coafas recebem apoio do município, através da Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (SMAA). Assim, sempre que necessário, eles podem buscar orientações com os técnicos da SMAA.

A intenção é valorizar a agricultura familiar, garantindo a segurança alimentar e programas de alimentação saudável, visto que estes buscam a garantia da qualidade da merenda escolar servida na rede municipal de ensino de Londrina. Isso porque, por meio do PAA e PNAE, os alunos da educação básica, matriculados em escolas públicas, filantrópicas e em entidades comunitárias, recebem na merenda escolar parte dos alimentos produzidos pela agricultura familiar.

Além disso, através do PAA, os alimentos são distribuídos gratuitamente a pessoas ou famílias que precisam de suplementação alimentar devido à situação de insegurança alimentar e nutricional que se encontram e também para as entidades de assistência social.

Estiveram presentes no evento os deputados federais Filipe Barros e Luisa Canziani, o vereador Jairo Tamura, representantes do Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), da Coafas, agricultores rurais, secretariado municipal e membros da comunidade em geral.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios