Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Segundo o Sindicato das Indústrias de Produtos Avícolas do Estado do Paraná (Sindiavipar), 984,7 milhões de aves foram produzidas no Paraná de janeiro a junho deste ano. O número é 7,1% maior que o total de abates no mesmo período do ano passado, quando alcançou a marca de 919,4 milhões de cabeças. Do total de carne de frango produzida pelo Paraná, 66,4% foi destinado ao mercado interno, enquanto 33,6% foi embarcado ao exterior.

Os embarques do semestre alcançaram a marca de 825,1 mil toneladas de frango, de acordo com a Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). O volume é 4,1% superior ao exportado nos primeiros seis meses de 2019, quando 792,3 mil toneladas da proteína foram destinadas ao mercado externo. Entre os países que mais importaram a carne de frango do Paraná estão: China (177,3 mil toneladas), África do Sul (67,5 mil toneladas) e Emirados Árabes Unidos (58,3 mil toneladas).

“O fechamento do primeiro semestre do setor avícola no Paraná aponta que o setor obteve sucesso na condução de suas atividades durante a pandemia da Covid-19. Os números reforçam o trabalho realizado pelos produtores na recuperação econômica do setor”, destacou o deputado estadual Cobra Repórter (PSD) que, ontem (01), participou, no Palácio Iguaçu, em Curitiba, de uma reunião com o governador Ratinho Junior, com o novo presidente do Sindiavipar, Irineo da Costa Rodrigues, e empresários do ramo da avicultura.

Produção em 2019

Em um ano de recuperação econômica, o Paraná fechou o ano com recorde de abates de frangos, chegando a marca de 1,87 bilhão de cabeças. O número é 6,43% maior ao registrado em 2018, com 1,76 bilhão de aves, marcando o recorde para a produção em um ano. Os dados são do Sindiavipar.

As três principais regiões produtoras avícolas do estado foram a Oeste, responsável por 663,6 milhões de aves (35,42% do total); Norte Central, com 384 milhões de cabeças (20,49%) e o Sudoeste paranaense (363,1 milhões de aves e 19,38% dos abates).

Crescimento significativo também foi registrado na exportação avícola geral. Segundo dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), o Paraná se manteve como principal exportador de carne de frango do país, com 38% do volume total. O estado embarcou 1,58 milhão de toneladas ao exterior, número 4,71% superior em relação a 2018 (1,51 milhão de toneladas). Com isso, o estado registrou crescimento acima do total nacional, que ficou na casa dos 2,39%, com 4,16 milhões de toneladas, ante 4,06 milhões no ano anterior.

Meire Bicudo e Veruska Barison/com informações do Sindiavipar

Clique nas fotos para ampliar

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios