Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Segundo o Sindicato das Indústrias de Produtos Avícolas do Estado do Paraná (Sindiavipar), 984,7 milhões de aves foram produzidas no Paraná de janeiro a junho deste ano. O número é 7,1% maior que o total de abates no mesmo período do ano passado, quando alcançou a marca de 919,4 milhões de cabeças. Do total de carne de frango produzida pelo Paraná, 66,4% foi destinado ao mercado interno, enquanto 33,6% foi embarcado ao exterior.

Os embarques do semestre alcançaram a marca de 825,1 mil toneladas de frango, de acordo com a Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). O volume é 4,1% superior ao exportado nos primeiros seis meses de 2019, quando 792,3 mil toneladas da proteína foram destinadas ao mercado externo. Entre os países que mais importaram a carne de frango do Paraná estão: China (177,3 mil toneladas), África do Sul (67,5 mil toneladas) e Emirados Árabes Unidos (58,3 mil toneladas).

“O fechamento do primeiro semestre do setor avícola no Paraná aponta que o setor obteve sucesso na condução de suas atividades durante a pandemia da Covid-19. Os números reforçam o trabalho realizado pelos produtores na recuperação econômica do setor”, destacou o deputado estadual Cobra Repórter (PSD) que, ontem (01), participou, no Palácio Iguaçu, em Curitiba, de uma reunião com o governador Ratinho Junior, com o novo presidente do Sindiavipar, Irineo da Costa Rodrigues, e empresários do ramo da avicultura.

Produção em 2019

Em um ano de recuperação econômica, o Paraná fechou o ano com recorde de abates de frangos, chegando a marca de 1,87 bilhão de cabeças. O número é 6,43% maior ao registrado em 2018, com 1,76 bilhão de aves, marcando o recorde para a produção em um ano. Os dados são do Sindiavipar.

As três principais regiões produtoras avícolas do estado foram a Oeste, responsável por 663,6 milhões de aves (35,42% do total); Norte Central, com 384 milhões de cabeças (20,49%) e o Sudoeste paranaense (363,1 milhões de aves e 19,38% dos abates).

Crescimento significativo também foi registrado na exportação avícola geral. Segundo dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), o Paraná se manteve como principal exportador de carne de frango do país, com 38% do volume total. O estado embarcou 1,58 milhão de toneladas ao exterior, número 4,71% superior em relação a 2018 (1,51 milhão de toneladas). Com isso, o estado registrou crescimento acima do total nacional, que ficou na casa dos 2,39%, com 4,16 milhões de toneladas, ante 4,06 milhões no ano anterior.

Meire Bicudo e Veruska Barison/com informações do Sindiavipar

#JornalUnião

Clique nas fotos para ampliar

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.