Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Dez propostas com potencial para inovar a suinocultura. Ideias que vieram do Mato Grosso, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e São Paulo e que estão classificadas para a final do InovaPork. Esse é o cenário do primeiro desafio de ideias para a suinocultura, promovido pela Embrapa Suínos e Aves. O evento representa uma oportunidade para universitários, profissionais independentes e startups que queiram participar da pesquisa agropecuária. Também representa um desafio para a pesquisa, que precisa acompanhar o movimento tecnológico que desponta na sociedade.

A primeira fase do InovaPork teve 46 propostas inscritas. Cada uma delas foi avaliada por, no mínimo, 12 especialistas das mais diversas áreas ligadas à pesquisa e à agropecuária. Foram 90 avaliadores que deram suas notas e acreditaram que as propostas finalistas podem causar um impacto na suinocultura. “Esse resultado nos deixou entusiasmados e com orgulho do movimento que se formou na cadeia de suínos, trazendo um olhar inovador”, enfatizou a chefe geral da Embrapa Suínos e Aves, Janice Zanella. Os avaliadores desta fase levaram em consideração três critérios, de acordo com o regulamento: Viabilidade Técnica, Diferencial da solução proposta e Potencial de impacto.

Agora, as equipes selecionadas se preparam para estar de 31 de maio a 2 de junho em Concórdia-SC para a etapa final do InovaPork, na sede da Embrapa Suínos e Aves. A programação inclui palestras e visitas técnicas. O objetivo é proporcionar aos finalistas a oportunidade de aprimorar as propostas, participando de uma imersão junto ao setor de pesquisa e produção, além de contar com mentoria de pesquisadores e profissionais de renome nas áreas de agronegócio, tecnologia e negócios. As apresentações de cada equipe acontecem no dia 2, quando serão conhecidas as três propostas vencedoras. A comissão julgadora avaliará quatro critérios nesta fase: Impacto econômico, Visão de futuro, Barreiras de entrada e Desenvolvimento e execução da proposta. Neste dia a programação é aberta ao público, que pode se inscrever até dia 24 de maio, no link disponível na página do evento (www.inovapork.com.br).

As ideias selecionadas:

• Aplicativo para diagnóstico de doenças de suínos usando Inteligência Artificial

Gabriel Luiz Turatti, Jonathan Müller Kunz, Áxel Alex Kovacki Pereira, Guilherme Beber Marin (Concórdia-SC)

• Coopig: Plataforma de monitoramento e gestão produtiva, ambiental e de ambiência para suinocultores - Iskailer Inaian Rodrigues, Claudineia Vieira Raimundi, Milton José Melz, Clarissa Menezes de Souza, Maurício de Oliveira Gondak (Chapecó/SC)

• Filtro lavador de gases para dessulfurização do biogás - Vinícius Araújo Viana da Costa, Luisa Emanuele Milagre, Mateus Carvalho Monteiro de Castro, Vitor Fernandes de Almeida (Belo Horizonte-MG)

• Monitoramento e rastreabilidade no transporte de suínos da granja ao frigorífico – TransPORK - Vitor Hugo Pereira, Luiz Antonio de Souza Fernandes, Luiza Reck Munhoz, Matheus de Castro Diori (Londrina-PR)

• Scanner 3D para avaliação da espessura de toucinho - Mario Alexandre Gazziro, Osvaldo Guilherme Arreche, Danilo Marquette Lima, Brenda Miura Lunardi, Vitor Alexandre Froge (Santo André-SP)

• Sensor para bebedouro tipo chupeta para eliminar desperdícios de água

Maicon de Bortoli, Letícia Lando, Bruna Bertan (Xanxerê-SC)

• Sentinel: um novo sistema para monitoramento de infecções em suínos

Daniel Santos Mansur, Itamar Durli Junior, Márcio Cherem Schneider, Heider Marconi Guedes Madureira, Alvaro Menin (Florianópolis-SC)

• Solução para alimentação eficiente de matrizes suínas - Maicon Sbardella, Luís F. Santos, Juliano Agnolin, Huanderson G. Brito, Tales Bogoni (Sinop-MT)

• Solução para Inseminação Artificial de Precisão – Agro 4.0 - Jeferson Rodrigo Gatti, Charles Savaris, Gustavo Guimarães, Matheus Parmagnani, Camilla Raldi Gatti (Videira-SC)

• Tecnologia verde de eletrofloculação e eletro-oxidação para o tratamento de águas residuárias - Rafael Celuppi, Ricardo Leidens, Fabio Luiz Araldi Petik, Maria Melz Celuppi, João Pedro Zardo Gonçalves (Chapecó-SC)

A startup ou equipe vencedora estará classificada para a etapa final do Pontes para Inovação (desde que cumpra o regulamento deste evento), uma parceria da Embrapa para conectar agritechs com investidores, visando permitir que estas possam ter acesso a recursos para acelerar seus negócios.

Além disso, a equipe vencedora poderá participar dos seminários e do espaço Digital Farming da AveSui EuroTier 2019. A feira acontece de 23 a 25 de julho, em Medianeira-PR.

O InovaPork é realizado pela Embrapa com a correalização da Associação Catarinense de Tecnologia (Acate), Parque Científico e Tecnológico de Chapecó e Fundação de Apoio à Pesquisa e ao Desenvolvimento (Faped). São apoiadores Sebrae, Startagro, Darwin Startups, Rede de Investidores Anjo, ACCS, Korin, Academia Suína, ódoisgo, Copérdia, Carrusca, Fapesc e Sulita.

O evento tem o patrocínio ouro da Seara, MSD Saúde Animal e BRF; patrocínio prata da ABPA, BRDE, Agriness, Biomin, Sindirações e SIPS; e o patrocínio bronze de Agroceres, ABCS, Icasa, APC do Brasil, Boehringer Ingelheim, Cedisa, Sindicarne, Ourofino, Eurotec e Nucleovet. O desafio de ideias ainda conta com a parceria das mídias Feed&Food, O Presente Rural, Suinocultura Industrial e Suino.com.

Monalisa Leal Pereira/Asimp/Embrapa

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios