Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

AEN

O governador Beto Richa afirmou ontem (24), em encontro com o presidente da Federação dos Trabalhadores da Agricultura do Estado do Paraná (Fetaep), Ademir Mueller, e representantes do movimento Grito da Terra, em Curitiba, que o Governo do Estado não mede esforços para promover e apoiar o desenvolvimento da agricultura familiar no Paraná.

“A agricultura é a base da economia do Paraná e não medimos esforços para melhorar as condições de trabalho dos agricultores rurais. Somos um governo próximo das pessoas, afinados com os verdadeiros interesses dos paranaenses”, afirmou Beto Richa.

O Paraná tem 302 propriedades rurais caracterizadas como agricultura familiar, o que representam 80% das propriedades rurais. A produção agrícola do segmento emprega 70% das pessoas que trabalham no campo e lidera nacionalmente algumas culturas como o feijão preto, a mandioca e o milho em grão.

Richa reforçou que o governo intensifica as ações no setor, o que resulta em uma produção agrícola de qualidade, renda para os trabalhadores rurais e a garantia da comercialização dos alimentos.

“Os anseios dos trabalhadores contribuem para a elaboração de políticas públicas para a agricultura. Temos com a Fetaep, e com os demais representantes da agricultura do Estado, um relacionamento sustentado pelo respeito e por iniciativas democráticas”, destacou o governador.

O presidente da Fetaep, Ademir Mueller, disse que o governo estadual e todas as secretarias e instituições envolvidas têm tomado medidas importantes para o fortalecimento da agricultura familiar. “Já temos muitas reivindicações atendidas pelo Governo do Estado, que tem sido muito receptivo às nossas causas e tem valorizado o agricultor rural”, afirmou Mueller.

Ações
 
O governador ressaltou que o Paraná é o único Estado a cumprir legislação federal que determina que 30% dos alimentos distribuídos na merenda escolar sejam oriundos da agricultura familiar. De 2011 para cá, o montante de investimento na compra de alimentos aumentou de R$ 3 milhões para R$ 35 milhões. O benefício atende quase 10 mil agricultores familiares do Estado, que fornecem seus produtos para o programa.

Richa destacou outros programas que beneficiam diretamente a agricultura familiar: a isenção do pagamento dos serviços de assistência rural pelas prefeituras à Emater; a reestruturação do Instituto Agronômico do Paraná; a distribuição gratuita de calcário para correção do solo e aumento da produtividade de pequenas propriedades; o programa Compra Direta, pelo qual o governo adquire produtos de agricultores familiares e repassa a entidades sociais; o fornecimento de óleo diesel (para máquinas que atuam em melhoria de estradas rurais) e as Patrulhas do Campo (conjunto de 13 equipamentos que atuam na adequação e modernização das estradas rurais).

Participaram da reunião, o secretário da Casa Civil, Reinhold Stephanes, o secretário da Agricultura e Abastecimento, Norberto Ortigara; o assessor especial para Assuntos Fundiários, Hamilton Serighelli; comissão formada por filiados da Fetaep.
 

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios