Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Objetivo do espaço, na Via Rural, é mostrar as variedades do café desenvolvidas pelo Iapar

O cultivo de café é um marco histórico do Paraná, principalmente de Londrina, que já foi considerada a Rainha Brasileira do Café, em 1963. O cultivo de café apresenta expectativa de crescimento, principalmente o mercado de café gourmet, que vem conquistando aderência do consumidor. Pensando nessa demanda, a Via Rural Fazendinha oferece uma grade de programação para aqueles que pretendem investir na produção e na comercialização do grão. 

O coordenador da unidade do café, Romeu Gair, ressaltou que um dos maiores desafios da cafeicultura é a redução dos custos de produção e o aumento da produtividade. Nesse sentido, o Instituto Agronômico do Paraná (Iapar) desenvolve vários projetos para viabilizar a produção de uma das bebidas favoritas do brasileiro. 

Uma das variedades do grão desenvolvido pelo instituto o IPR 103, caracterizado pelos grãos vermelhos e alta rusticidade, que surgiu do cruzamento entre as espécies Catuaí e Icatu, apresentando números excelentes de produtividade, além do baixo custo por saca.

Em comparação com o Catuaí Vermelho, o IPR 103 aumenta o rendimento em aproximadamente 60%. Outro aspecto positivo é que esse grão apresenta resistência parcial à ferrugem nas condições do Paraná. As mudas podem ser adquiridas em empresas produtoras parceiras do Iapar.

As oficinas didáticas na Unidade do Café estão entre as mais procuradas entres os produtores de Londrina e região. Nesta semana, serão ofertadas mais duas oficinas pela Unidade do Café, todas para incentivar e disseminar conhecimentos técnicos ao pequeno agricultor.

 “Principais formas de torrar o café” é a oficina desta quinta-feira (dia 11). Segundo o técnico do Iapar Denilson Fantin, que vai ministrar a oficina, o processo da torra é essencial para se produzir um café de qualidade. Muitas vezes, os produtores não têm conhecimento sobre o processo. A outra oficina será realizada na sexta-feira (dia 12) com o tema “Como identificar e preparar um café de qualidade”. A inscrição para as oficinas são realizadas pelo site da ExpoLondrina (https://expolondrina.com.br/agenda).

Agende-se

Principais formas de torrar café

Quinta-feira - dia 11

Local: Unidade do café

Das 14h30 às 16h

Como identificar e preparar um café de qualidade

Sexta-feira – dia 12

Local: Unidade do Café

Das 14h às 15h

(Texto produzido por estudante do 4º de Jornalismo da UEL, em projeto de Assessoria de Imprensa para a Via Rural, sob a supervisão do professor Reinaldo César Zanardi.)

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios