Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Em meio a tantos desafios que os pais e avós têm enfrentado nesse tempo de pandemia, um deles é encontrar alternativas para preencher a vida das crianças de maneira lúdica e saudável durante as férias escolares. O desafio é maior ainda quando somente as crianças estão de férias, e você tem que conciliar sua agenda de trabalho e o lazer, tão essencial para elas.

Nessa hora, seja qual for a sua profissão, você precisa recorrer às recomendações de profissionais da psicologia, pedagogia e pediatria, além da boa intuição própria de pais e avós. Só assim, é possível encontrar o equilíbrio, para estar presente na hora que se faz necessária sua presença e estruturar algumas atividades que as crianças possam fazer sozinhas, de acordo com a idade. Sem deixar de monitorar os riscos de cada brincadeira, principalmente para as crianças menores.

Como avô de duas netas superativas, uma de 15 anos que acompanho de perto e uma de 4 anos que visito regularmente, recomendo que os pais procurem referências de brincadeiras para crianças em sites especializados que têm ótimas ideias e experiências. Também podem e devem proporcionar tempo de leitura, tempo para assistir filmes, sempre com criatividade e  paciência, conforme a idade requer.

Para essas férias escolares em tempo de pandemia, sem poder programar grandes viagens ou passeios, uma alternativa viável é descobrir e explorar peculiaridades da sua cidade e região, visitando parques e espaços públicos de lazer ao ar livre, sempre obedecendo às normas sanitárias. Ao visitar praças e parques, observem juntos detalhes da natureza, como formato das árvores, cores e perfumes das flores, espécies e cantos de pássaros.

Também é uma alternativa para aproveitar o tempo com as crianças, promover antigos hábitos como pular corda, brincar de roda com músicas regionais, para garantir entretenimento mesmo em casa, utilizando varandas, quintais e jardins.

Outra boa dica para passar férias agradáveis em casa é cozinhar com elas. Com os devidos cuidados, a cozinha é um ótimo espaço de diversão e aprendizagem. As crianças adoram ajudar a fazer bolos, biscoitos, tortas, pães… Além de aprender sobre a transformação dos materiais, a culinária ensina matemática (quantidades), leitura e interpretação do texto (receitas).

Todo esforço criativo para proporcionar boas férias, evitando a superexposição das crianças às telas de aparelhos eletrônicos, é válido, afinal, todos nós precisamos manter a saúde física e mental!

José Expedito da Silva é jornalista e apresentador do Jornal Café da Manhã, pela Rádio Canção Nova.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.