Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Antigo PPA Latam, grupo formado por nações da América Latina, passa a contar com membros da suinocultura dos Estados Unidos; expansão favorece atuação continental na prevenção à enfermidade

O grupo formado pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) e outras 20 organizações nacionais de 18 países da América Latina para traçar estratégias de prevenção à Peste Suína Africana (PSA) ganhou esta semana um importante reforço: a National Pork Producers Council (NPPC), entidade representativa da suinocultura dos Estados Unidos, passou a integrar o comitê continental de crise.

Com o reforço da NPPC, o grupo deverá fortalecer a integração e o alinhamento dos trabalhos para a prevenção à entrada da enfermidade na área continental das Américas. 

Atualmente, há registros de PSA no Haiti e na República Dominicana, localizados na Ilha de Hispaniola. Assim como o Brasil e outras nações do continente, os Estados Unidos vem apoiando os dois países no trabalho para a erradicação dos focos.

Com a adesão da NPPC, o grupo - antes Prevenção PPA Latam - passa a se chamar "Prevenção PPA América" em alusão à campanha de prevenção da Peste Porcina Africana (PSA em espanhol) em todo o continente americano.

“As recentes ocorrências da enfermidade em países da Europa, Ásia, África e da ilha de Hispaniola evidenciam a importância do trabalho de prevenção que já está em curso nos diversos países das Américas. A manutenção do status sanitário do continente é prioritária, e todas as organizações estão empenhadas neste propósito”, detalha Sulivan Alves, diretora técnica da ABPA, uma das idealizadoras do grupo.

A entrada da NPPC foi aprovada pelo grupo durante a segunda quinzena de dezembro. O comitê "Prevenção PPA América'' tem discutido novas ações para a agenda estratégica para 2022, na prevenção à enfermidade.

Com isso, agora o grupo passou a contar com os seguintes países: Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, El Salvador, Equador, Estados Unidos, Guatemala, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, República Dominicana, Uruguai e Venezuela.

Paulo Cezar Abrahão Prates/ABPA.

#JornalUnião

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.