Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

São 50 anos do Batismo no Espírito Santo do padre Jonas Abib e 48 anos que estou ao seu lado. Desde quando participei do meu primeiro retiro para jovens, onde ele me apresentou a pessoa de Jesus Cristo.

Meses depois, em um outro retiro, no momento de oração para pedir o Batismo no Espírito, ele impôs as mãos sobre mim e recebi a graça da efusão. De lá para cá, comecei a evangelizar com ele.

Viver a vida Nova no Senhorio de Jesus Cristo foi o que ele nos ensinou, formando discípulos. E assim surgiu a Cancão Nova, projeto de Deus colocado no coração do padre Jonas.

Ele sempre pregou o Kerigma, o Batismo no Espírito Santo e a vida nova em contínua vigilância, na expectativa da segunda vinda de Jesus. Homem muito simples, incansável, correu por todo o Brasil e muitos outros países levando o que Deus tem derramado nos últimos tempos sobre todas as nações: uma corrente de graça, um Novo Pentecostes.

Homem do Espírito, como ele gosta de se intitular, um “Mister Pentecostes”, e o é realmente. Como dizia o Servo de Deus padre Léo: “sua vida tem sido um poço de fecundidade”. Revolucionário para a época, fundou a Comunidade Canção Nova e desbravou literalmente um novo campo de ação missionária na Igreja, principalmente nos meios de comunicação,  dando vida ao Sistema Canção Nova de Comunicação.

Profeta que, a partir dos dons do Espírito e de suas aspirações, soube colher os rumos não só para a Canção Nova, mas para outras realidades na Igreja. Perseguido pelo seu profetismo, mas nunca amargo, pois, quanto mais incompreendido mais fiel ao Papa e aos bispos, mais orante, mais adorador, mais estudioso da Palavra, cheio de amor e intrepidez, na alegria do Espírito e abandonado à vontade Divina.

Com uma pregação cheia de parresia, impressiona até os mais frios corações, despertando-os  ao desejo de uma conversão sincera. Os efeitos do seu batismo no Espírito, cheio de dons e frutos, se resumem em uma profunda busca de santidade: ou santos, ou nada!

Obrigada padre Jonas por aquilo que o senhor deu à Igreja nesses 50 anos! Louvo a Deus por sua entrega, seu serviço e testemunho de uma vida transformada pelo Espírito!

Não somente eu, mas um povo que traz no coração gratidão ao senhor, por contribuir com outros carismas e obras a serviço da Igreja, das comunidades cristãs, que na oração e na ação alcançam os mais necessitados. Louvo a Deus por seu batismo no Espírito Santo! Eu, sou fruto do seu batismo no Espírito e quero seguir proclamando até meu encontro definitivo com Deus: ou Santos ou nada!.

Luzia Santiago é cofundadora da Comunidade Canção Nova.

#JornalUnião

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.