Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O mundo enfrenta hoje uma crise de saúde com consequências financeiras e sociais extremamente graves. A pandemia da Covid-19 trouxe muitas mudanças e muitas dúvidas para toda a população. Essas mudanças afetaram nosso modo de vida e potencializaram questões sociais que precisam ser pensadas! Talvez, possamos afirmar que a vida das mães está mais complicada que a do restante das pessoas...Como trabalhar em casa e cuidar das crianças? Onde deixar os filhos caso a empresa não esteja em regime de trabalho home office?

São tantas questões sem uma solução próxima, e a correria do dia a dia que já nos “pressiona”, pode ser potencializada pelo confinamento. Em momentos que normalmente promoveríamos lazer para os filhos, como aos finais de semana, temos de permanecer reclusos!

Tenho percebido que muitas mamães têm se sentido mais estressadas que esperançosas. Muito mais cansadas que na expectativa de celebrar o Dia das Mães! Com tudo isso, pude estudar todo o contexto citado e venho enumerando possíveis alertas relacionados à nova realidade das mães:

1- Indicam que haja uma rotina estabelecida nas casas onde os pais estão em regime home office, mas é possível mantê-la?

Podemos encontrar até mesmo na internet, indicações de listas e manuais para que seja criada uma rotina familiar e, assim, supostamente tudo fique mais organizado. Mas convenhamos, trabalhar em casa na presença dos filhos não é tão simples!

Alguns macetes podem dar certo, claro, mas esse “encaixe” entre rotina e cumprimento das regras por parte das crianças, não é um modelo sem falhas, afinal, as crianças estão vendo sua mãe ali, no mesmo lugar que elas, e não conseguem compreender que mesmo que ela esteja ali, não é possível que a atenção da mamãe seja completamente destinada à ela.

E há muita preocupação em como as crianças estão entendendo e lidando com tudo isso! Mas e as mamães, com quem elas estão podendo contar durante o estresse de trabalhar em casa e cuidar dos filhos ao mesmo tempo?!

2- Em caso de os pais terem de trabalhar fora, como está sendo o processo da rede de apoio?

Muitas famílias, mães solo, pais solo tiveram de resolver essa questão contando com a ajuda de parentes, ou contratando uma babá, deixando a criança na casa de amigos, etc...

Mas e quem está apoiando as mamães neste processo? Geralmente, se existe uma rede de apoio, ela vem suprir a “demanda emergencial”, que é conseguir um local para que o filho ou os filhos fiquem para que a mamães trabalhe, mas será que as mamães também não precisam descansar um pouco? Será que a distração das mães, por meio de uma conversa com uma amiga, também não seria um investimento na saúde mental das mamães?

De que maneira o pai do filho, se o papai e mamães ainda forem casados, de que maneira a figura paterna está proporcionando apoio para a mamãe?

Vamos redefinir o que é a rede de apoio?

3- Entender a importância do autocuidado

Quando falamos em autocuidado, muita gente pensa em “skincare”, em como cuidar da pele, do cabelo, do corpo em casa... E realmente, todos esses processos são importantes, mas como as mamães têm cuidado de sua própria mente, seu próprio bem-estar?

Podemos começar definindo o que para mim é importante, como me sinto calma, me sinto cuidada. Exemplos: reservar um horário pra sentar na varanda, na cozinha tomar um acfé e se concentrar especificamente em alguma atividade que você sente prazer em fazer, como assistir a uma série, como fazer um artesanato, ou simplesmente em tomar um café!

Redes de Apoio

Podemos analisar juntos como criar uma rede de apoio, mesmo que você não tenha parentes por perto.

É recomendado estudar quem seriam estas pessoas;

A Escola possui algum tipo de serviço ou indicação para quem você consiga fazer outras atividades?

Amigos podem ser considerados?

Daiane Duarte – Psicóloga – Londrina - Pr

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.