Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Sobre o julgamento do Supremo Tribunal Federal, acerca do RE 603.624, o Sebrae destaca a importância da decisão pela constitucionalidade da Contribuição de Domínio Econômico (Cide), que repassa 0,3% sobre folha de salários das médias e grandes empresas. Desde sua criação, em 1972, o Sebrae tem ocupado relevante papel socioeconômico no sentido de proporcionar sustentabilidade, competitividade e melhores condições de acesso ao mercado para as micro e pequenas empresas.

Fato que foi reiterado neste atípico ano, em que o Sebrae respondeu às dificuldades econômicas trazidas pela pandemia da Covid-19, com expansão de mercados online, orientação para o crédito, articulação de políticas públicas que favorecessem os pequenos negócios e o expressivo recorde de 2 milhões de inscritos nas soluções de educação a distância.

Somente no Paraná, foram 562.854 atendimentos gratuitos realizados de 23 de março a 18 de setembro, em plena pandemia. Até setembro, 245.045 micro e pequenas empresas, com CNPJs distintos, receberam atendimento em todas as regiões do estado.

A decisão do STF ratifica não apenas a constitucionalidade da referida contribuição sobre a folha, mas sobretudo a importância da continuidade dos serviços prestados para 99% dos negócios brasileiros, que representam 30% do PIB e 54% dos empregos formais no país.

A Suprema Corte fez justiça ao entender e reconhecer a nossa causa. Viva os micro e pequenos empreendedores do Paraná e do Brasil.

Darci Piana - Presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae/PR

#JornalUnião

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.