Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

No meu tempo de meninice não havia: televisão, gravador, avião supersónico, telemóveis, e poucos possuíam carro. De Internet nem se pensava.

As comunicações faziam-se por: carta, telefone, rádio ou pessoalmente; ninguém sentia falta dessas “modernices”, que, agora, são indispensáveis

A vida era mais tranquila. As crianças brincavam descuidadamente, na rua, e os pais nem se lembravam que pudessem ser atropeladas ou raptadas.

Éramos mais felizes?

Julgo que não. A tranquilidade, a segurança, e a vida pacata, era o dia-a-dia. Parecia-nos natural.

Havia mais intimidade e mais convívio entre as famílias. Namorava-se, por carta, se o “ príncipe” morava afastado ou para lhe declarar afeto.

A carta era inviolável ou quase, porque havia quem conseguisse lê-la, abrindo-a ao vapor de água, ou a polícia secreta, se desconfiasse, violava-a com a colaboração do pessoal do Correio.

Agora com a Internet e telefone móvel e fixo, estamos à mercê de todos.

Num grupo de amigos, vim a saber o que aconteceu a senhora, que se separou do marido:

Para manter privacidade, alterou os códigos, que usava na Internet, e mudou o número do telefone.

Decorridos meses, ficou atónita, ao saber que as amigas recebiam mensagens, narrando intimidades de seu passado, e informações, e palavras degradantes.

Conseguira entrar-lhe no computador, com auxílio de amigo, perito em informática. Infelizmente não é caso único.

A Internet, que cada vez é mais usada, não permite intimidade. Através dela, descobre-se todos os segredos. O hacker é dono do mundo: avaria computadores, vigia-nos, rouba-nos endereços, retira e substitui fotos. Enfim devassa a nossa vida.

Não há forma de fugir. Somos obrigados a “ denodarmo-nos” diante dos informáticos e seus “amigos”…

Antigamente, a violação de correspondência e escuta telefónica, era crime; agora já há quem considere que não. Varia, consoante o “desnudado”… e interesses de ocasião…

Humberto Pinho da Silva -  Blogue luso-brasileiro: "PAZ" - http://solpaz.blogs.sapo.pt/

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios