Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A Residência Médica é considerada, hoje, como a melhor forma de especialização do médico após sua graduação. Surgida no Brasil, no final da década de 1970, a Residência Médica é um curso de pós-graduação que se caracteriza essencialmente pelo treinamento em serviço, ou seja, o médico aprende enquanto atua sob supervisão de profissionais mais experientes, porém dentro de um ambiente de academicismo, aproximando a academia e a assistência. Tem como essência a imersão dos residentes em serviços do Sistema Único de Saúde (SUS), capacitando-os para o trabalho nestes serviços ao final de seus cursos.

De acordo com pesquisa feita pelo Observatório de Recursos Humanos da Secretaria Estadual de Saúde do Estado de São Paulo, a Residência Médica é o principal fator de fixação de um médico em um município, com média de 80% de permanência do residente no local onde realiza sua pós-graduação.

Além disso, o médico que realiza sua residência num serviço do SUS, ao se empenhar para a obtenção do título de especialista, ajuda a desenvolver o sistema de saúde pública e a qualidade de vida da população que atende.

Após a curta existência de um único Programa de Infectologia, em Petrópolis, na década de 1980, foi no início dos anos 2000 que os Programas de Residência Médica voltaram com toda força em uma parceria entre a Faculdade de Medicina de Petrópolis, a Secretaria Municipal de Saúde e o Hospital de Ensino Alcides Carneiro. Inicialmente nas áreas de Clínica Médica, Pediatria e Ginecologia e Obstetrícia, logo foram agregados os programas de Cirurgia Geral e Medicina de Família e Comunidade e, com o advento do programa de incentivo à Residência Médica, do Ministério da Saúde, o número de programas e vagas foi aumentando.

Hoje, além dos mencionados, conta-se ainda com programas nas áreas de Neonatologia, Anestesiologia, Endoscopia e Radiologia e Diagnóstico por Imagem, além do programa de Urologia, com início previsto para 2020. Desde 2014, a cidade conta também com os programas de Residência Médica do Hospital Santa Teresa, cujo processo seletivo ocorrerá este ano em parceria com a Faculdade de Medicina de Petrópolis, para os programas de Cardiologia, Cirurgia Geral, Ortopedia e Radiologia e Diagnóstico por Imagem.

A cada ano, são quase 50 novos médicos atuando na rede SUS durante sua capacitação, auxiliando no atendimento à população do município e que, ao final de seus cursos, estarão especializados, treinados e capacitados para seguir na atenção à saúde dos usuários. Com isso, amplia-se a quantidade e se assegura o avanço na qualidade do atendimento à população.

Miguel Koury Filho - Coordenador dos Programas de Residência Médica da Faculdade de Medicina de Petrópolis (RJ)

comunicacao@fmpfase.edu.br

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios