Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A avaliação dos resultados obtidos em 2019 e o Planejamento Estratégico para o ano de 2020 foram os temas do seminário promovido pelo Serviço Social Autônomo Paranacidade, em Curitiba. Na abertura do encontro, João Carlos Ortega, secretário do Desenvolvimento Urbano e de Obras Públicas e superintendente da instituição, avaliou os trabalhos realizados no ano e destacou os principais avanços na área.

“Foi um período de muito trabalho para vencer os desafios, mas o saldo foi altamente positivo. Tivemos que nos desdobrar, em todos os níveis, para atender as diretrizes desta gestão, as demandas da população, apresentadas pelas prefeituras, e dar a resposta técnica com qualidade, eficiência e a rapidez necessárias. Muitas vezes, tivemos de nos reinventar, mas ganhamos musculatura para ter uma atuação ainda melhor”, afirmou Ortega.

O superintendente executivo, Álvaro Cabrini, fez uma apresentação institucional dos resultados a partir dos programas do Paranacidade para a promoção do desenvolvimento urbano, abordando também as ferramentas disponibilizadas no apoio aos municípios, no encaminhamento de demandas e na apresentação e elaboração de projetos.

Cabrini mencionou outros avanços importantes, entre eles a adesão de 334 prefeituras do Paraná aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), da Agenda 2030 da ONU, e a licitação em andamento para a contratação dos serviços para elaboração dos Planos de Desenvolvimento Urbano Integrado para as Regiões Metropolitanas de Londrina, Maringá e Cascavel

Também foram destacados diversos projetos, como o Rotas Acessíveis, que tem o objetivo de elevar a qualidade da urbanização em setores específicos dos municípios; Ruas do Paraná, que propõem Projetos Integrados de pavimentação, captação de águas pluviais, acessibilidade, iluminação e urbanização; Zero Energy, que vai reduzir o gasto com energia e implantar a geração de energia fotovoltaica para 180 escolas, em uma primeira fase; e o Ilumina Paraná, para a melhoria da iluminação pública a partir da substituição de luminárias convencionais por sistemas a LED.

O procurador jurídico do Paranacidade, Luciano Borges, falou sobre o comprometimento da instituição com a qualidade, em todos os procedimentos, para atender a legislação e as exigências do Tribunal de Conta. “O Paranacidade, além da sua reconhecida qualidade técnica em relação aos projetos de engenharia, garante aos prefeitos a segurança jurídica por meio de um rigoroso acompanhamento. Ou seja, os processos realizados aqui trazem a garantia de que tudo acontece conforme o que a lei determina”, afirmou.

Além da diretoria do Paranacidade e da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e de Obras Públicas, participaram do seminário os gestores setoriais e funcionários de todos os escritórios regionais da instituição.

AEN

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.