Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A Secretaria Municipal de Assistência Social está auxiliando as famílias que foram atingidas pelas fortes chuvas no domingo (07). No total, 10 famílias foram afetadas pelas águas. Lucilene Diório, secretária de Assistência Social, explica que das famílias atingidas, três estão abrigadas na casa de familiares e o restante permanece em suas casas – ainda em condições de habitação. “Essas famílias atingidas são todas da região do Ana Rosa. Logo após a chuva, nós já conseguimos fazer a entrega de colchões para duas famílias e hoje estamos atendendo essas famílias com alimentos”, esclarece a secretária.

Diório ainda ressalta que algumas entidades do município estão disponibilizando toalhas, lençóis e roupas para essas famílias. “Também estamos recebendo muitas doações de móveis. Quem quiser e puder ajudar pode entrar em contato com a Assistência Social no telefone 3174-0294 que nós passamos mais informações”, ressalta. “Hoje (09) nós já vamos fazer a coleta e entrega dos móveis que já foram doados”, esclarece. A secretária ainda pontua que essas famílias vão ser acompanhadas pelo Centro de Referência em Assistência Social (Cras). “O Cras vai ajudar com a doação de alimentos a essas famílias e também fazer a intermediação das doações da comunidade”, explica.

Sobre a situação do município após a chuva, o secretário de Obras, Manoel Cícero dos Santos, explica que uma das áreas mais atingidas foi a do Córrego Esperança, na Rua Rio Pirapó (entre os Jardins Santo Amaro e São Paulo). “A força da água foi tão grande que a tubulação – que já tem mais de 30 anos – não suportou, o córrego transbordou e passou por cima da ponte”, explica dos Santos. Ele pontua as obras que devem acontecer no local. “Nós vamos fazer o alargamento da ponte e aumentar a tubulação, que já não suporta mais a vazão da água dessa região”. O secretário de Obras também cita que a região do Ana Rosa sofreu com vários danos em casas, nas calçadas e vias e que a ponte que liga Cambé e Londrina (no Córrego Cambezinho) também sofreu sérios problemas.

Segundo informações da Defesa Civil, 15 casas foram comprometidas na região do Ana Rosa e uma delas foi totalmente comprometida, necessitando que os moradores solicitem a demolição do imóvel nos próximos dias.

O prefeito Conrado Scheller esteve em algumas das regiões mais atingidas pelas chuvas. “Nós estamos desde domingo acompanhando as pessoas que sofreram com as águas. Estamos com equipes de várias secretarias mobilizadas para resolver os problemas de infraestrutura da cidade que foram danificados, mas também para acolher essas pessoas que tiveram suas casas atingidas neste momento que elas mais precisam”, esclarece o prefeito. Scheller também ressalta que a Secretaria de Obras, a Defesa Civil e os engenheiros da Prefeitura de Cambé já estão fazendo os estudos de como intervir nessas áreas.

NCPMC

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.