Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Cambé estuda participar do consórcio público municipal que está sendo organizado pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP) para a compra de vacinas contra a covid-19. A entidade representa 412 municípios com mais de 80 mil habitantes. No Paraná, Curitiba, Londrina, Maringá, Cascavel, Foz do Iguaçu, Ponta Grossa e Colombo também manifestaram interesse em integrar o grupo de cidades.

O prefeito Conrado Scheller participou de uma reunião da entidade ontem (01/03) para debater a compra de imunizantes pelos municípios e para constituir o consórcio. “Vacinar toda a nossa população é a minha prioridade e também é da maioria dos prefeitos. Por isso, estudo todas as possibilidades de agilizar esse processo de chegada de vacinas. A criação deste consórcio é uma das alternativas”, afirmou Scheller, que também mantém conversas em outras frentes em busca da aquisição de imunizantes.

O Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou na semana passada que estados e municípios comprem e distribuam doses do imunizante - a permissão valerá caso o governo federal não cumpra o Plano Nacional de Imunização ou caso as doses previstas no documento sejam insuficientes.

NCPMC

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.