Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Cambé estuda participar do consórcio público municipal que está sendo organizado pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP) para a compra de vacinas contra a covid-19. A entidade representa 412 municípios com mais de 80 mil habitantes. No Paraná, Curitiba, Londrina, Maringá, Cascavel, Foz do Iguaçu, Ponta Grossa e Colombo também manifestaram interesse em integrar o grupo de cidades.

O prefeito Conrado Scheller participou de uma reunião da entidade ontem (01/03) para debater a compra de imunizantes pelos municípios e para constituir o consórcio. “Vacinar toda a nossa população é a minha prioridade e também é da maioria dos prefeitos. Por isso, estudo todas as possibilidades de agilizar esse processo de chegada de vacinas. A criação deste consórcio é uma das alternativas”, afirmou Scheller, que também mantém conversas em outras frentes em busca da aquisição de imunizantes.

O Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou na semana passada que estados e municípios comprem e distribuam doses do imunizante - a permissão valerá caso o governo federal não cumpra o Plano Nacional de Imunização ou caso as doses previstas no documento sejam insuficientes.

NCPMC

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios