Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Cambé segue se destacando na geração de empregos em 2021 na região. Segundo os dados divulgados pelo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) na quarta-feira (26), a cidade apresentou uma variação positiva de 1,21% em abril – se comparado ao mês de março, um número bem superior à média das cidades da região. Londrina, por exemplo, ficou com uma variação de apenas 0,10% no último mês. O saldo de Cambé também é mais de três vezes o do Paraná (0,35%) e quatro vezes maior que o do Brasil (0,30%).

Em abril, Cambé teve 1040 admissões e 762 desligamentos, ficando com um saldo positivo de 278 empregos gerados no mês. Os setores que mais se destacaram foram a indústria e o comércio, com saldo de 127 e 83 empregos, respectivamente. O único setor com saldo negativo foi a agropecuária, com uma admissão e dois desligamentos. Nos quatro primeiros meses deste ano, Cambé admitiu 4491 pessoas e desligou outras 3149 pessoas, totalizando saldo positivo de 1342 empregos gerados em 2021.

Segundo o economista, consultor e professor universitário, Marcos Rambalducci, os dados do Caged mostram que Cambé continua em curva ascendente na oferta de postos de trabalho com carteira assinada. “Diferentemente de cidades que têm na prestação de serviços seu grande gerador de empregos, em Cambé é a indústria de transformação que se destaca na formação de riquezas e emprega 33% de todo o contingente de empregados formais da cidade, empatado com o comércio que soma outros 33%”, pontua o economista. Rambalducci ainda ressalta que um setor está atrelado ao outro. “A indústria empregando e gerando renda cria a possibilidade de novos empregos no comércio e quando a indústria vai mal, leva de arrasto o setor do comércio. É possível então concluir que os empresários do setor de manufatura estão encontrando um ambiente propício para investirem na produção e estão confiantes que estas condições deverão se manter para os próximos meses”, finaliza.

O prefeito Conrado Scheller destacou o bom momento que a cidade vive na geração de empregos e lembrou que há várias empresas fazendo grandes investimentos na cidade, o que deve aquecer ainda mais o mercado de trabalho local. “Temos dez novas indústrias para serem instaladas em nosso novo parque industrial, tem a rede Muffato vindo com um novo atacado e outras unidades de negócios em Cambé, temos nosso comércio reagindo, nossa agricultura sempre forte. Gerar empregos é uma de nossas prioridades e estamos trabalhando para isso”, afirmou Scheller.

Para o secretário do Trabalho de Cambé, José Aparecido Rolim, há muito a se fazer ainda. “Nossa missão é dar oportunidade de recolocação às pessoas. Por isso, temos vários programas de qualificação e temos parcerias com empresas”, afirmou.

NCPMC

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.