Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O município de Cambé apresentou saldo positivo na geração de empregos pelo nono mês consecutivo em 2021, segundo os dados divulgados pelo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) na terça-feira (26). Em setembro, Cambé admitiu 1.224 pessoas e desligou outras 898, ficando com saldo positivo de 326 empregos gerados no mês e um crescimento de 1,36%, o maior da região norte do Paraná. Em relação aos números absolutos, ou seja, a quantidade de vagas de emprego disponíveis, a cidade ficou na 12ª posição no Estado, na frente de cidades como Umuarama, Arapongas, Apucarana e Ponta Grossa. Cambé conta com 24.333 pessoas trabalhando com carteira registrada e só neste ano foram 2.411 novos postos de trabalho formal.

Ainda de acordo com as informações divulgadas pelo Caged, nos nove primeiros meses deste ano, a geração de emprego na cidade cresceu 11%, enquanto que nos doze meses de 2020 o aumento foi de 4,43%. O comércio e a indústria foram os setores que mais se destacaram no mês, com saldos positivos de 142 e 112 empregos gerados no mês, respectivamente. A prestação de serviços também apresentou saldo positivo e a agropecuária não divulgou os dados do mês de setembro. Por outro lado, a construção civil apresentou saldo negativo na geração de empregos, foram 74 admissões contra 98 desligamentos. No mês, o crescimento de empregos da cidade de Cambé foi 1,36%, destacando-se em relação à Londrina (0,57%), ao Paraná (0,52%) e ao Brasil (0,76%).

Segundo o economista, consultor e professor universitário, Marcos Rambalducci, entre as cinco cidades de maior significado econômico na região de Londrina, Cambé foi a recordista percentual na geração de empregos formais no mês de setembro. “O setor de maior destaque nesta retomada tem sido a indústria de transformação, embora neste mês tenha sido superada pelo comércio no saldo de empregos gerados”, ressalta. Rambalducci também esclarece que a indústria é responsável por mais de 45% de todos os empregos com carteira assinada no período. “Isso é uma clara percepção da confiança depositada por este segmento no desenvolvimento da cidade”.

Para o prefeito Conrado Scheller, a desburocratização na abertura de empresas, a simplificação dos processos e a segurança fiscal apresentada pela cidade estão motivando a abertura de novas empresas e novos postos de trabalho em Cambé. "Hoje o empresário tem segurança em investir em Cambé e o reflexo disso está na geração de empregos. Estamos recebendo novas grandes empresas nos próximos meses e estamos promovendo cursos de capacitação gratuitos para qualificar os trabalhadores para as oportunidades que estão surgindo e que vão surgir em breve", celebra Scheller.

NCPMC

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.